Venâncio Aires recebe R$215 mil do Governo Gaúcho para aplicar na luta contra o Covid-10

Olá Jornal
março26/ 2020

 O Governador do Estado reuniu na noite de ontem, 25, através de uma videoconferência 23 Prefeitos gaúchos para tratar da nova portaria do Ministério da Saúde que liberou R$32,4 milhões do Rio Grande do Sul. O Prefeito Giovane Wickert participou do encontro, que durou mais de três horas, e resultou em um “plus” de R$215 mil à Capital Nacional do Chimarrão.

Eduardo Leite conversou com cada um dos Prefeitos, escutou as medidas que os Municípios estão fazendo e tirou dúvidas sobre as medidas do Estado. Ao conversar com Wickert, o Gestor Estadual disse que Venâncio além de receber os R$215 mil irá ainda receber mais quatro leitos de UTI no Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) comprados pelo Governo e ainda mais quatro aparelhos respiradores para auxiliar ainda mais no trabalho da equipe de saúde.

O Prefeito de Venâncio explanou sobre a situação da cidade, explicou as medidas tomadas pela Gestão Pública e destacou as questões de fiscalização sobre o trabalho das indústrias. “Em Venâncio estamos vendo caso a caso para que nossa economia não sofra tanto com as medidas de combate ao coronavírus. Nossa cidade é uma das maiores exportadoras do Estado e temos as indústrias do tabaco que precisam ter um olhar especial. Por isso, aqui estamos nos reunindo todos os dias junto com a entidade que representa empresas e comércio e debatendo dia a dia os caminhos que vamos tomar juntos”.

Além disso, Wickert solicitou auxílio do Governador para interceder junto ao Governo Federal para que libere logo os recursos das emendas aos Municípios, ainda comentou sobre a possibilidade dos Hospitais conveniar com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em uma linha de crédito de R$ 20 milhões para repactuar a dívida, com prazos e carências de quase 20 anos. “Seria importante, mais do que nunca neste momento, que o Governo do Estado intercedesse pelos Municípios para que conseguíssemos nos reestruturar e nos mantermos salvando vidas tanto pensando na questão da saúde quanto na questão da economia”.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA