• Hoje é: quarta-feira, março 27, 2019

Vereador denuncia favorecimento de políticos para o não pagamento do estacionamento rotativo

Durante a sessão da Câmara de Vereadores nesta quarta-feira, 03, o vereador Tiago Quintana (PDT), no seu período de comunicações, apresentou denúncias de favorecimento de políticos para o não pagamento do estacionamento rotativo. Segundo ele, uma lista que incluiria o prefeito Giovane Wickert (PSB), a primeira-dama e secretários municipais, foi entregue a empresa que faz o gerenciamento do sistema rotativo para o cancelamento de notificações por não pagamento do estacionamento.

“Temos provas de que este tipo de indicação está ocorrendo. Pode-se classificar essa situação como um ato de corrupção, além de ser imoral. Todos do governo, assim como os cidadãos, precisam pagar essa notificação,” destacou Quintana.

O parlamentar afirmou que uma representação junto ao Ministério Público foi encaminhada para que o órgão investigue a situação também.

A vereadora Ana Cláudia do Amaral Teixeira (PDT) afirmou que o assunto pode motivar a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). “Essa situação precisa ser investigada e conte com o apoio dos vereadores para isso.”

Na base governista, o líder de governo, Ezequiel Stahl (PTB) se disse surpreso com a denúncia e apoiou investigar o fato. “Esse assunto me surpreende e contem comigo para investigar e esclarecer esse assunto. Doa a quem doer.”

O progressista, Eduardo Kappel (PP) também apoiou a iniciativa de criação de uma CPI para averiguar a situação. “Eu assino a proposta da Ana Cláudia e vamos investigar essa denúncia,” ressaltou.

O Governo Municipal ainda não se manifestou sobre as denúncias apresentadas pelo parlamentar de oposição. O sistema de estacionamento rotativo é concedido para a empresa Rek Parking. Se o motorista não pagar para estacionar na área azul, ele é notificado em R$ 14. Se a notificação não for regularizada em 24 horas uma multa gravíssima é gerada pelo Departamento de Fiscalização de Trânsito de Venâncio Aires.