Vendas no período da Páscoa crescem 9% em Venâncio

Janine Niedermeyer
abril19/ 2017

Quem circulou pelos mercados e comércio central na última semana notou que o movimento nas ruas e lojas era intenso. O período das comemorações de Páscoa garantiu aumento de 9% nas vendas, quando comparado com o ano passado. Além disso, a data cristã neste ano coincidiu com a liberação dos salários e maior movimento na economia local.

Em 2016, o domingo de Páscoa foi comemorado no dia 27 de março, ou seja, no período de fim do mês. O levantamento de vendas foi realizado pela Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires (Caciva), levando em consideração consultas realizadas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

MERCADO

Diferente do cenário de aumento nas vendas do comércio venâncio-airense, os supermercados tiveram redução no período. A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) divulgou, no domingo, 16, que o setor encerrará a Páscoa 2017 comercializando 6,5 milhões de ovos de chocolate em todo o Rio Grande do Sul, uma queda de 12% nas vendas em relação ao ano passado.

O montante estava nas expectativas iniciais de vendas desenhadas pelos empresários do ramo supermercadista para o feriado santo. A sobra de produtos também foi menor em 2017. Enquanto em anos anteriores a sobra de ovos de chocolate após o domingo de Páscoa chegava a 4%, neste ano a sobra não ultrapassará 1%.

DESCONTOS

Cerca de 35% consumidores deixaram as compras para a última hora, com a expectativa de que os supermercados realizariam promoções especiais de ovos de Páscoa. De acordo com a Agas, os três últimos dias, houve descontos de cerca de 20%.

Este comportamento de antecipação na compra de chocolates ficou mais evidente entre os gaúchos que adquiriram os chamados “ovos premium”. As vendas deste tipo de produto, em relação a 2016, e representaram cerca de 15% do total de ovos comercializados.