Venâncio Sem Fronteiras: Município formaliza doação de área para Multipeças

Olá Jornal
abril10/ 2020

Genuinamente Venâncio-airense, a empresa Multipeças Fabricação de Máquinas e Equipamentos Industriais Eireli fabrica peças e acessórios para fogões à lenha. Atualmente 70% do mercado brasileiro é abastecido pela fábrica da Capital do Chimarrão. Em ampla expansão, a empresa conquistou junto ao Município um incentivo industrial, através do Programa Venâncio Sem Fronteiras, de uma área de 6.473,139 metros quadrados para a construção de uma sede própria.

A doação foi aprovada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Venâncio Aires (COMDICVA), o incentivo foi avaliado em R$400 mil e em contrapartida a empresa irá cumprir metas de geração de emprego e faturamento, ou seja, a Unimetal se comprometeu a ter a média mensal de 20 empregos nos 12 meses subsequentes ao início das atividades no prédio construído no terreno doado pelo Município e ainda o faturamento mensal de R$ 200 mil mensais. Caso não seja cumprida a carta de intenções, o incentivo recebido deverá ser devolvido ao Poder Público Municipal.

A solicitação da empresa ocorreu em dezembro de 2019, quando a empresária Bárbara Lopes entregou a carta de intenção. Atualmente a empresa funciona em um pavilhão alugado às margens da RSC 453, no KM 3, onde já não comporta mais as atividades e a necessidade de expansão para aumentar a produção.

O terreno doado está localizado dentro do Distrito Industrial e a nova sede deverá ter um investimento de cerca de R$400 mil. Ao conversar com os Gestores, o representante Ricardo Cortes destacou que apesar do momento econômico não estar tão favorável no Brasil e no Mundo, a empresa segue confiante e acreditando no mercado e no crescimento mesmo com as dificuldades, uma vez que o clima no Brasil promete um inverno mais rigoroso o que aumenta o número da venda de fogões à lenha, produto completo que utiliza-se de diversas peças fabricadas pela indústria da Capital do Chimarrão. “Sabemos que vamos enfrentar um ano difícil com uma forte crise econômica, mas enquanto empreendedores estamos confiantes que unidos poderemos aquecer a economia, auxiliando o Município na geração de renda e faturamento”.

CRÉDITO: AI PMVA