• Hoje é: quarta-feira, julho 18, 2018

Venâncio organiza programações para o Mês do Idoso

Guilherme Siebeneichler
setembro18/ 2017

O Dia Internacional do Idoso é comemorado anualmente em 1º de outubro. A data foi instituída em 1991 pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a necessidade de proteger e cuidar a população idosa. Para marcar a data, o Gabinete da Primeira – Dama, juntamente da Unidade do SESC de Venâncio Aires, está organizando atividades para o Mês do Idoso.

Até o momento, duas datas já estão reservadas para programações com os 25 grupos da Terceira Idade do município. No dia 3 de outubro, às 14h na Câmara de Vereadores acontece a abertura do “Mês do Idosos” no Município.  Na tarde, o Gabinete da Primeira-Dama irá homenagear os 25 presidentes dos grupos da Melhor Idade, e promoverá palestras.

Já para o dia 7 de outubro, sábado, está agendada uma Caminhada do Idoso com início às 9h com saída em frente à Praça Matriz.  Conforme a Assessora do Gabinete Núbia Fengler o município terá diversas programações para o Idoso durante o mês de outubro “Vamos realizar atividades, palestras, para os grupos da Terceira Idade. Todas as atividades serão realizadas em parceria com o SESC”.

Saiba mais sobre os Direitos e Estatuto do Idoso:

Na Assembleia Geral de 1991, a ONU aprovou a Resolução 46/91, que trata dos direitos dos idosos. Os princípios dessa resolução norteiam as discussões contemporâneas sobre a situação do idoso. Entre esses princípios, estão os da “Autorrealização” e da “dignidade”, cujos pontos são:

Autorrealização:

Aproveitar as oportunidades para o total desenvolvimento das suas potencialidades; Ter acesso aos recursos educacionais, culturais, espirituais e de lazer da sociedade.

Dignidade:

Poder viver com dignidade e segurança, sem ser objeto de exploração e maus-tratos físico ou mentais; Ser tratado com justiça, independentemente da idade, sexo, raça, etnia, deficiências, condições econômicas ou outros fatores.

Além desses princípios, a ONU ainda deu destaque às questões da assistência aos idosos e de sua integração e participação na sociedade, bem como da independência que lhes é inerente e que deve ser-lhes garantida em direitos como: oportunidade de trabalho, lazer, determinar em que momento deve afastar-se do mercado de trabalho, poder viver em ambientes seguros etc. O dia 1º de outubro, portanto, é reservado para pensar sobre todas essas questões fundamentais a respeito do idoso.

O Estatuto do Idoso é destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. A Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, que institui o Estatuto do Idoso, dispõe sobre papel da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público de assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA