Venâncio é a segunda cidade que mais demitiu no estado em agosto

Olá Jornal
setembro27/ 2019

Venâncio Aires é a segunda cidade que mais demitiu no estado no mês de agosto, atrás apenas de Santa Cruz do Sul. Os dados referem-se ao mês de agosto quando o saldo ficou negativo em 1.544 vagas, fruto de 577 contratações e 2.121 demissões. Já na cidade vizinha, o saldo negativo chega a 2.176 postos de trabalho. As informações são do relatório mensal do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O desempenho dos dois municípios, que até abril eram os que mais empregavam em solo gaúcho figurando entre a segunda e terceira posição, é reflexo do fim da safra de tabaco. A oscilação de líder de emprego para líder de desemprego ocorre pela contratação temporária de da mão-de-obra, comum nas indústrias de tabaco.

A indústria da transformação, setor onde estão inseridas as fumageiras, foi também a que mais demitiu no estado. Do saldo total de 4.523 vagas negativas na indústria da transformação, 3.902 estão no subsetor de fumo, couros e borrachas, sendo 3.725 destas relativas a Venâncio e Santa Cruz.

AGOSTO

Na Capital do Chimarrão, o desempenho de agosto deste ano é o pior em quatro anos com variação negativa de 8,8%. O resultado não era tão ruim desde 2015, quando o saldo negativo atingiu 1.852 vagas, com variação negativa de 10,41%. No ano passado, o mesmo mês teve saldo negativo de 1.480 vagas sendo 1.487 na indústria da transformação.

Os números também são piores que do mês de julho, quando o saldo negativo era de 1.107 empregos e a variação negativa de 5.94%. No ano, o saldo de vagas é positivo com 1.541 vagas.

LÍDERES

Por quatro meses, Venâncio esteve entre os que mais geraram empregos no RS, somando um saldo de 4.514 vagas. Santa Cruz manteve-se na primeira posição por dois meses e na quarta por um mês, com um saldo total de 5.735 neste período. Juntas somaram um saldo de 10.249 postos de trabalho somente durante os quatro meses em que lideravam a lista.

O desempenho de Venâncio foi igual ao de 2018 quando atingiu essas posições também por quatro meses. A diferença neste ano, no entanto, é que o município ingressou antes na lista, em janeiro, e saiu antes também, em maio, reflexo da antecipação da safra que aqueceu o número de vagas nas indústrias já no início do ano. Em 2018, o município ingressou no top cinco em fevereiro e saiu em junho.

Olá Jornal
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com