• Hoje é: sábado, outubro 19, 2019

Venâncio Aires registra primeira morte no ano por gripe

Olá Jornal
setembro24/ 2018

A secretaria municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, informou na manhã desta segunda-feira, 24, o primeiro óbito de paciente do SUS por influenza A sazonal H3 neste ano.

A morte foi registrada na semana passada, e confirmada neste segunda. O idoso estava na UTI do Hospital São Sebastião Mártir e havia sido imunizado contra a doença, porém era portador de diversas doenças associadas.

ESTADO

O  número de óbitos no Estado subiu para 54, segundo o último levantamento do Estado, divulgado no fim de agosto. O número envolvendo casos de gripe supera o total de 2017, quando 46 pessoas morreram devido ao vírus da influenza.

Entre as 54 mortes, 38 foram causadas pelo vírus influenza A (H1N1), sete por influenza A (H3N2), cinco por influenza A não subtipado e quatro por influenza B. Das vítimas fatais, 70,9% apresentavam pelo menos um fator de risco. A condição mais frequente foi ter mais de 60 anos (44,4%) e doença cardiovascular (29,6%). Ano passado, o vírus que causou mais óbitos foi o H3N2.

Diferente do ano passado – quando, neste período, o número de registros para influenza estava estável – neste ano, o Estado segue registrando aumento no número de casos. Na última semana, a SES foi notificada de 46 novos casos. Ao todo, o Rio Grande do Sul tem 431 registros de influenza, contra 427 no ano passado.