Venâncio Aires integra programa de combate ao trabalho infantil da JTI

Olá Jornal
março27/ 2021

Em fevereiro de 2012, a Japan Tobacco International (JTI) trouxe ao Brasil o programa Alcançando a Redução do Trabalho Infantil Pelo Suporte à Educação (ARISE). Trata-se de uma iniciativa que tem a finalidade de prevenir e eliminar o trabalho infantil em comunidades em que a empresa possui produtores integrados de tabaco. Em 2021, o programa entra em nova fase e vai levar as práticas desenvolvidas ao longo dos nove anos do programa a seis novos municípios do Rio Grande do Sul: Agudo, Vale do Sol, Segredo, Passa Sete, Boqueirão do Leão e Venâncio Aires. As atividades começam nesta quinta-feira, 25, com a realização da primeira de uma série de palestras on-line, voltadas aos educadores e rede de proteção à criança e ao adolescente.

Com a inclusão dessas novas cidades, o programa, que já beneficiou mais de 4 mil crianças e adolescentes, passa a atender dez municípios do Estado. Entre as ações que vão passar a ser desenvolvidas nessas localidades estão oficinas e cursos no turno inverso nas escolas parceiras, apoio e fortalecimento  às redes de proteção da criança e adolescente, implementação e monitoramento dos planos municipais do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), capacitação de mães, organização de agroindústria para agricultoras lideranças femininas, programa de Aprendizagem Rural, entre outras ações. “O ARISE trouxe avanços significativos para garantir que crianças e adolescentes das comunidades produtoras de tabaco tenham direito ao desenvolvimento integral de suas capacidades físicas e mentais e a uma infância plena e protegida. Por esse motivo, é uma honra para nós anunciarmos sua expansão para fazer a diferença na vida de cada vez mais pessoas”, afirma Flavio Goulart, Diretor de Assuntos Corporativos e Comunicação da JTI.

No momento, devido ao agravamento da pandemia no país e região, serão realizadas apenas atividades on-line. A primeira delas é uma série de palestras com o tema “A vida emocional do educador na pandemia”, ministradas pelo especialista em gestão de pessoas e comportamento Jéferson Cappellari. Elas são voltadas principalmente aos professores desses municípios com o intuito de prepará-los e acolhê-los ao retorno das aulas on-line e presenciais este ano, após um ano de pandemia.

O primeiro encontro foi realizado hoje, 25, pelo aplicativo Zoom para os educadores do município de Segredo. A abertura da transmissão contou com depoimentos da JTI e da prefeitura sobre o programa e sua importância para a erradicação do trabalho infantil. “A gente está vivendo um momento bastante atípico. Todos os funcionários e professores precisaram se reinventar no último período e, agora, no início do ano letivo vamos ter esse trabalho importantíssimo do ARISE para motivá-los e orientá-los a superar as adversidades e desenvolver melhor suas atividades”, afirma Valdir José Rodrigues, prefeito da cidade, ressaltando o papel desses profissionais na prevenção ao trabalho infantil e na evasão escolar. Além disso, ele destaca esperar que o programa complemente e fortaleça outras atividades já realizadas no município com esse fim.

De acordo com a JTI, em 2021, o trabalho do ARISE continuará voltado a uma das metas da Agenda de 2030 para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, que visa erradicar qualquer tipo de trabalho infantil até 2025. Marinês Kittel, supervisora de Projetos Sociais da JTI, reforça que, tão logo seja permitido, o ano de 2021 será marcado por muito trabalho em campo, relacionamento com novos parceiros e consolidação de iniciativas que demonstram a força do programa nas comunidades.

Resultados do Programa ARISE ao longo destes nove anos:

– O ARISE passa a atuar em dez municípios: Arroio do Tigre, Ibarama, Lagoa Bonita do Sul e Sobradinho continuam com o trabalho e Agudo, Vale do Sol, Segredo, Passa Sete, Boqueirão do Leão e Venâncio Aires iniciarão interface com o programa em 2021.

– Mais de 130 mil pessoas atingidas por campanhas e atividades de conscientização sobre trabalho infantil em 11 municípios do Rio Grande do Sul;

– 2 mil crianças beneficiadas, em média por ano, pelas melhorias nas estruturas das escolas parceiras do ARISE.

– 300 professores capacitados e recapacitados, em média por ano, sobre o tema da erradicação do trabalho infantil;

– 697 mães capacitadas em oficinas voltadas ao empreendedorismo e geração de renda, tais como cursos de panificação, compotas e geleias, artesanato e informática.

– 13 mulheres integrantes (empreendedoras) da Agroindústria Delícias da Colônia.

– 79 jovens rurais em situação de vulnerabilidade social ou baixa renda beneficiados no Programa de Aprendizagem nas Escolas Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC) e Vale do Sol (EFASOL) de 2018 a 2020.

– 2 Escolas Família Agrícola do Estado do Rio Grande do Sul com cadastro ativo junto ao CNAP – Cadastro Nacional de Aprendizagem Profissional para ofertar cursos de Aprendizagem Profissional Rural.

– 126 vagas ofertadas em 2020 para o Programa de Aprendizagem Rural na EFASC e na Escola Família Agrícola de Vale do Sol (EFASOL).

Sobre a JTI

A Japan Tobacco International (JTI) é uma empresa internacional líder em tabaco e vaping, com operações em mais de 130 países. É proprietária global de Winston, segunda marca mais vendida do mundo, e de Camel fora dos EUA. Outras marcas globais incluem Mevius e LD. Também um dos principais players no mercado internacional de vaping e tabaco aquecido com as marcas Logic e Ploom. Com sede em Genebra, na Suíça, emprega mais de 44 mil pessoas e foi premiada com o Global Top Employer por cinco anos consecutivos. A JTI é membro do Japan Tobacco Group of Companies.

No Brasil, são mais de mil colaboradores em 10 Estados. A operação contempla a produção de tabaco – por meio de 11 mil produtores integrados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná – compra, processamento e exportação de tabaco, fabricação, venda e distribuição de cigarros em mais de 20 Estados do Brasil. As marcas comercializadas são Winston, NAS, Djarum e Camel, essa última também exportada para a Bolívia e Colômbia. Em 2018, 2019 e 2020, a JTI foi reconhecida como Top Employer Brasil.

CRÉDITO: AI JTI

Olá Jornal
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com