Venâncio Aires firma parceria com a Corsan para a PPP do Esgotamento Sanitário

Olá Jornal
dezembro06/ 2019

Venâncio é uma das primeiras cidades do Rio Grande do Sul a dizer sim para a Parceria Público-Privada (PPP) do esgotamento sanitário idealizada pela Corsan. Nesta tarde, 5, o Presidente da Companhia Roberto Barbutti esteve no Município para debater o tema com o Prefeito Giovane Wickert, acompanhado do Diretor André Finamor e do Superintendente Regional José Epstein. Além do alto escalão da Corsan, o encontro teve a participação do Secretário de Meio Ambiente e Infraestrutura Arthur Lemos.

Os gestores do Estado apresentaram a iniciativa da Parceria Público-Privada (PPP) da Região Metropolitana e Serra, e convidaram Venâncio para assinar um protocolo de intenções para participar do grupo de Municípios da região dos Vales, juntamente com Santa Cruz do Sul e Lajeado – assim como já o fez também com Cachoeira do Sul – que integrarão as primeiras cidades com uma PPP para o Esgotamento Sanitário. Conforme o Presidente, a definição pela Capital do Chimarrão se deu pelo número de projetos existentes por parte do Município na cadeia sustentável da Companhia.

Além de elencarem os benefícios da PPP, entre eles a execução mais rápida e os benefícios para a saúde da população, Barbutti e Lemos destacaram as melhorias que a Parceria irá permitir aos Municípios que já estão com as obras de esgotamento em avançado processo e com uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) em funcionamento. O objetivo principal é uma parceria entre a Corsan, os Municípios e a empresa para incentivar as ligações de esgoto com a contrapartida de recursos aplicados em educação socioambiental, recuperação de áreas degradadas, resíduos sólidos, drenagem pluvial entre outras.

A meta da Corsan é que em março já tome forma algumas PPP’s em funcionamento, e com o protocolo de intenções, o objetivo é dar prioridade aos Municípios que assinarem o documento e se dispuserem a participar do novo modelo.

Apesar da Parceria, o contrato continua firmado entre a Companhia e o Município e a tarifa a ser cobrada continuará sendo a mesma que a Corsan cobra em cidades que não tenham o novo modelo. O preço é regulado por Agência Reguladora.

Aproveitando a oportunidade, Wickert reafirmou a intenção do projeto de um parque em torno da ETE, com a finalidade de proporcionar aos moradores um lugar com pista de caminhada, áreas de lazer e espaço para crianças como playground. O projeto já foi apresentado e debatido algumas vezes com a Companhia, porém agora ganhou mais força com a proposta da PPP.

Além desta pauta, Wickert que reuniu integrantes das Secretarias de Planejamento e Meio Ambiente, também solicitou apoio dos Gestores para o programa de recuperação das nascentes do Arroio Castelhano. O material das dez localidades já recuperadas foi apresentado e o Secretário Lemos se interessou pela proposta, se comprometendo a levar para a Secretaria o tema e verificar a possibilidade de incluir o programa nas ações da Pasta do Estado. Venâncio ainda aproveitou o encontro para falar das 64 redes hídricas existentes em todo o território Venâncio-airense e apresentar o primeiro Salta Z instalado em Venâncio e averiguar a possibilidade de conseguir um técnico junto ao Estado para avaliar estas redes que abastecem milhares de famílias.

Aproveitando o tema, Wickert ainda comentou com Lemos sobre a necessidade de conseguir junto a FUNASA uma parceria para estruturação de uma unidade de tratamento junto a Penitenciária de Venâncio Aires (PEVA) para conservação das áreas adjacentes e do novo Distrito Industrial.

Tanto o Secretário de Meio Ambiente quanto o Presidente da Corsan se comprometeram em avaliar as demandas e buscar soluções para auxiliar o Município. A assinatura oficial do Protocolo de Intenções (PI) da nova PPP de Venâncio Aires para o esgotamento sanitário será realizada oficialmente no Palácio Piratini. Além de Venâncio, os Gestores estiveram em Cachoeira do Sul e Lajeado para debater o tema.

CRÉDITO: AI PMVA