Venâncio Aires é o quinto município em geração de energia solar no Rio Grande do Sul

Olá Jornal
janeiro13/ 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) faz o acompanhamento das unidades de geração de energia elétrica alternativas. Entram no levantamento sistemas de placas solares, eólica e modalidades biodegradáveis. A mais comum são as unidades que captam energia a partir dos raios do Sol. E neste quesito Venâncio Aires possui destaque na geração. A Capital do Chimarrão ocupa a quinta posição entre as cidades gaúchas que mais possuem potência instalada com as unidades de placas solares. No total, Venâncio Aires possui 465 usinas com capacidade de 5.735,51  kilowatts (kW).

Na liderança entre os municípios gaúchos está a cidade de Santa Cruz do Sul, que possui 949 unidades geradoras instaladas e capacidade de 12.495,03 kW. A cidade a sétima no país em potencia instalada com placas de energia solar. No Rio Grande do Sul atualmente possuem 21.515 unidades geradoras, com 257.471,48 kW de potência instalada.

ESTADO

O Rio Grande do Sul teve um salto este ano na implantação de mini ou micro usinas solares, para gerar a própria energia, tanto na área urbana quanto no interior. Foram 8 mil unidades desde o início de 2019, mais que o dobro das instaladas nos últimos cinco anos. Os valores mais acessíveis, e a economia na conta de luz são os maiores atrativos.

Em janeiro de 2014, o Rio Grande do Sul tinha somente 32 residências ou empresas com energia solar instalada. Atualmente, são mais de 20 mil usinas. Isso coloca o Rio Grande do Sul em segundo lugar em número de aparelhos instalados, atrás apenas de Minas Gerais.

Desde 2012 é possível usar os equipamentos para gerar a própria energia, graças a uma norma da Agência Nacional de Energia Elétrica, com o uso de fontes renováveis. O excedente é compartilhado com a rede de distribuição.