• Hoje é: terça-feira, dezembro 11, 2018

Vacinação contra a gripe para grupos prioritários

Olá Jornal
abril26/ 2018

Desde segunda-feira, 23, as pessoas que integram os grupos prioritários podem se vacinar contra a gripe nas Unidades de Saúde Básica do Município. A Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza, em Venâncio Aires pretende imunizar mais  de 21 mil pessoas.
A vacina é trivalente e previne contra influenza A – H1N1 da pandemia de 2009, influenza a H3N2 e Influenza B.

Todas as pessoas que fazem parte dos grupos considerados prioritários terão até o dia 1º de maio para receber a dose, que previne contra três subtipos do vírus da gripe. No município o “Dia D”, considerado a data mais importante de mobilização está marcado para 12 de maio, e os Idosos e crianças são os grupos com maior público-alvo da vacina, em Venâncio Aires. São 9,5 mil pessoas com mais de 60 anos e 3.321 crianças de seis meses até 4 anos 11 meses e 29 dias, que devem ser imunizadas.

Pontos de vacinação

– Unidades Estratégia Saúde da Família (ESF) Coronel Brito, Caic, Santa Tecla, Macedo, Gressler e Mariante: segunda a sexta-feira, manhã e tarde.

– Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Santa Tecla, Gressler, Vila Deodoro, Centro Linha Brasil, Linha Travessa, Linha Teresinha e posto Central: segunda a sexta-feira, manhã e tarde.

– Posto de Vila Palanque: de segunda a sexta-feira, apenas à tarde.

– Posto de Linha Tangerinas: apenas às terças-feiras, manhã e tarde.- Posto de Vila Santa Emília: de segunda a sexta-feira, apenas à tarde.

– Centro de Atenção a Doenças Infectocontagiosas (Cadi): de segunda a sexta-feira, apenas para pacientes da unidade.

Grupos prioritários

Idosos com mais de 60 anos, gestantes em qualquer idade gestacional, trabalhadores da área da saúde, crianças de seis meses a quatro anos 11 meses e 29 dias (menores de cinco anos), professores com comprovação, pessoas portadoras de doenças crônicas com comprovação e que se enquadre nos critérios da campanha, puérperas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, povos indígenas.

 

Crédito: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing PMVA