Trabalho para combater a dengue em Mato Leitão será intensificado

Olá Jornal
julho31/ 2020

Agentes Comunitárias de Saúde e integrantes da Equipe de Vigilância Epidemiológica realizaram um treinamento nesta semana para intensificar ações de combate ao mosquito Aeges aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zikavírus. O trabalho foi conduzido pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) e integra o Programa Nacional de Controle da Dengue.

Através de uma coleta, numa armadilha localizada em ponto estratégico, foram encontradas larvas do mosquito. A partir dessa localização passaram a ser monitorados imóveis próximos desse foco, com o intuito de eliminar o gerador e parar a proliferação do vetor.

Atualmente, a Prefeitura tem seis armadilhas que são visitados a cada 15 dias. Com o laudo positivo, Mato Leitão passou a ser considerado um município contaminado. Isso acendeu o sinal de alerta e por conta disso, a Administração irá desenvolver uma campanha para alertar sobre a necessidade de cada morador redobrar os cuidados.

ENTULHOS

O principal é promover a coleta de materiais que estejam acumulados nas residências como entulhos, lixo eletrônico e possíveis criadouros do mosquito da dengue. Agentes de Saúde também reforçarão o alerta às famílias em suas visitas domiciliares.

MOSQUITO

O Aedes aegypti é um mosquito doméstico. Ele vive dentro de casa e perto do homem. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Os ovos são colocados e distribuídos por diversos criadouros.

CRÉDITO: AI Prefeitura de Mato Leitão