Teatro em frente à igreja matriz no dia 15 conta nascimento de Jesus

Olá Jornal
dezembro09/ 2019

No próximo dia 15 a área em frente a igreja matriz São Sebastião Mártir será palco de apresentação teatral. A peça “Luzes do Deus Menino” volta à Venâncio Aires e após quatro meses de ensaios, mostra para a comunidade venâncio-airense a história do nascimento de Jesus Cristo. O espetáculo é dirigido pelo diretor Antônio Lopes, da companhia Teatro Social, que possui mais de 30 anos de experiência em dramaturgia. Os protagonistas são atores voluntários, que irão encenar o espetáculo ao ar livre. A apresentação faz parte da programação do projeto Natal Cor e Magia, que realiza atividades culturais e decora as praças centrais da cidade.

A secretaria municipal de Cultura e Esportes, solicita que o público leva cadeiras, apesar de 200 serem disponibilizadas na Travessa São Sebastião Mártir. A expectativa é de atrair cerca de 2 mil pessoas. A apresentação inicia às 20h30min.

Segundo o assessor de Cultura da pasta, Saul Zart, o evento é uma oportunidade para conhecer a história do nascimento de Jesus, bem como, refletir sobre a vida ao longo do ano. “Nesta edição temos algumas adaptações do texto e novidades de figurinos e cenários. A área em frente a nossa igreja ganha um vida diferente com este espetáculo.”

A representação cênica conta com sonorização e iluminação profissionais, com falas pré-gravadas e inúmeros efeitos visuais e sonoros que ampliam os aspectos do espetáculo. A peça “Luzes do Deus Menino” tem duração aproximada de 1h15min.

OSPA
Outra atividade que faz parte da programação de Natal de Venâncio Aires ocorre no dia 18 e será realizada dentro da igreja matriz. O show da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) promete atrair muitos espectadores. A apresentação é realizada em parceria com o Sesc de Venâncio. A Ospa realiza turnê no interior do estado. No programa do espetáculo estão: Giuseppi Verdi: Abertura (ópera Nabucco); Charles Gounod: Romeu e Julieta; Johann Strauss II: Vozes da Primavera; Mozart Camargo Guarnieri: Danças Brasileiras nº1; Franz Lehár: Meine Lippen (ópera Giuditta); Manuel de Falla: Dança Ritual do Fogo; Johann Sebastian Bach: Aria; Johann Sebastian Bach/Charles Gounod: Ave Maria e Assis Valente: Boas Festas.