Sindicato cobra cumprimento de lei sobre vigilância 24h nos bancos

Guilherme Siebeneichler
fevereiro21/ 2017

No ano passado os vereadores aprovaram lei municipal que exige contratação de vigilância 24 horas nas instituições financeiras do município. A proposta ainda não foi colocada em prática, e segundo relato do Sindicato dos Vigilantes de Santa Cruz do Sul e Região, as unidades instaladas na cidade não foram notificadas.

O presidente da entidade representativa, Paulo Rogério De Lara participou da sessão da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, 20, e cobrou apoio dos parlamentares para fazer valer as novas regras. “Essa legislação é mais segurança para a comunidade. Ficamos sabendo que há um movimento do Sicredi que argumenta o alto custo para implantar a medida, e isso está emperrando o projeto aqui em Venâncio.”

Entretanto, a matéria foi aprovada em outros municípios, entre eles Santa Cruz do Sul, que também não colocou em prática o regramento. “Mas lá a prefeitura está multando as agências que não estão cumprindo a determinação legal,” explica Lara.

O governo municipal sinalizou possíveis mudanças na legislação para adequar às demandas das instituições financeiras. A lei 5.863 foi aprovada em setembro de 2016 e passou a vigorar 90 dias após a aprovação. No governo anterior os bancos também não foram notificados sobre as novas regras. A matéria foi proposta pela vereadora Ana Cláudia do Amaral Teixeira (PDT).