• Hoje é: quarta-feira, dezembro 12, 2018

Servidores somente aceitarão mudanças na Unimed mediante corte de CCs

Janine Niedermeyer
julho01/ 2017

Em mais uma assembleia do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Venâncio Aires ficou claro o descontentamento com a gestão do prefeito Giovane Wickert. A reunião que inicialmente foi chamada para prestação de contas do período de 2016 na noite de quinta-feira, 29, ganhou o acréscimo do debate em torno de assuntos gerais.

Nesse quesito, a diretoria da entidade de classe fez a leitura de ofício enviado pelo Executivo ao presidente Odenir Guterres de Carvalho e assinado prefeito. Os quatro primeiros quesitos englobam o vale-alimentação (veja abaixo).

O sindicato ressaltou que todas as alterações ali postas já estavam negociadas no mês de março com os gestores municipais, porém, a Prefeitura não fez o encaminhamento para Câmara de Vereadores. Além disso, alegam que os quesitos C e D, já deveriam ter entrado em vigor.

PLANO DE SAÚDE

Em relação ao item E que o debate esteve mais intenso, foi aprovado a apresentação de contraproposta ao que está no ofício. A categoria de trabalhadores apenas aceitará o aumento em sua coparticipação no plano de saúde Unimed, mediante o comprometimento do Executivo em cessar a contratação de Cargos em Comissão (CCs) de forma imediata e a diminuição em 30% no número de CCs até o dia 31 de julho de 2017.

A proposta vigoraria no mesmo período da mudança no plano de saúde, ou seja, até dezembro. Essa contraproposta vai agora ao Executivo. Segundo o presidente Odenir, a mudança no plano representará R$ 28,00 a mais por mês por servidores e na soma dos seis meses um total de R$ 180,00.

FEIRA

O vale-feira debatido entre categoria sindical, Emater, Cooprova e vereadora Sandra Wagner também esteve nos assuntos. Conforme Odenir, o valor proposto de R$ 30,00 para serem gastos na feira dos produtores rurais será aceita se estiver como extra dos R$ 140,00 e não descontado dessa quantia. O debate em torno dessa questão, porém, deve ficar mais a frente.

PROPOSTAS DO OFÍCIO:
A) Alteração do valor do vale-alimentação, dos atuais R$ 134,00 para R$ 140,00 com vigência a partir de 01/07/2017;
B) Previsão de vale-alimentação para ocupantes de Funções Gratificadas, incorporados ou não, a partir de 01/01/2018;
C) Redução do percentual de coparticipação dos servidores no vale-alimentação de 20% para 10% a partir de 01/01/2018;
D) Alteração do valor do vale-alimentação dos professores para R$ 140,00 com vigência a partir de 01/10/2017;
E) Redução da coparticipação do Poder Executivo nas contribuições mensais no pagamento do plano de saúde UNIMED aos servidores municipais de 50% para 30% a partir de 01/07/2017 até 31/12/2017.

Foto: Maicon Nieland/ Arquivo Olá