• Hoje é: quinta-feira, agosto 22, 2019

Servidores da educação são os principais mobilizados, em ato contra salários parcelados

Janine Niedermeyer
agosto03/ 2016

O oitavo parcelamento consecutivo de salários dos servidores públicos do Estado vai mobilizar categorias pelo Rio Grande do Sul e região nesta quinta-feira, 4. No Vale do Rio Pardo, o centro das ações vai ser Santa Cruz do Sul e a principal categoria mobilizada é a dos professores da rede estadual de ensino.

Em Venâncio Aires, os principais educandários confirmaram que não estarão abertos amanhã (4): Monte das Tabocas, Cônego Albino Juchem, Leontina, Zilda de Brito Pereira e Brígida do Nascimento fecham as portas e retomam na sexta-feira, 5.

Professores destas escolas estão se organizando e irão participar de um ato em frente à 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), assim como da Delegacia de Polícia que fica ao lado. O transporte partirá às 9h, do Monte das Tabocas e volta por volta do meio-dia. Pelo menos um ônibus lotado já estaria confirmado, partindo para Santa Cruz, de Venâncio.

Docentes interessados ainda podem manter contato com o 18º Núcleo do Cpers/Sindicato para informar nome e identidade, para ter transporte disponível. No Crescer, apenas duas turmas terão aula e será no período da tarde, com alunos do 4º ano amanhã (4). Já o restante não haverá dia letivo.

Na Wolfram Metzler, a direção informou que a adesão será parcial neste dia 4 de agosto. Não terão aulas as turmas das séries iniciais, do 1º ao 5º ano, devido a paralisação dos docentes, assim como de todos os funcionários da escola, que aderiram ao dia de protestos. No ensino fundamental da Wolfram, apenas as turmas de 6º e 7º anos não terão aula, o restante sim. 

Demais instituições

No município, outro órgão que não funcionará é o da Inspetoria Veterinária, que não prestará atendimento, em apoio ao dia de mobilização e volta na sexta, 5.

Junto aos órgãos de segurança pública, o informado é de que os trabalhos vão seguir normalmente. Em Canoas, a Prefeitura informou que a rede municipal de ensino também não terá aulas, como prevenção na área de segurança. Porém, em Venâncio o secretário de Educação, Emerson Henrique alertou que as atividades seguem normalmente em Emeis e Emefs.

 

Bancos 

A 5ª Vara do Trabalho em Porto Alegre aprovou há poucos minutos, liminar que garante o fechamento dos bancos por motivos de segurança pública na quinta-feira, 4. A medida é válida para todo o Rio Grande do Sul e envolve agências como Banrisul, Itaú, Bradesco e Caixa Federal. O motivo são as mobilizações pelo estado, que vão ocorrer, e o sistema de operação-padrão dos servidores públicos, em protesto ao parcelamento de salários.

Conforme o diretor de comunicação do Sindibancários de Santa Cruz do Sul e Região, Cândido Machado, apesar disso não é possível afirmar que em Venâncio Aires e municípios do entorno, as unidades estarão fechadas. “Basta saber se os bancos vão cumprir a liminar ou não. No ano passado, os gerentes de banco ligaram para o Comando da Brigada Militar, que garantiu segurança, e assim alguns bancos descumpriram a liminar”.

Sendo assim, a população precisa verificar novamente nesta quinta-feira, 4, se haverá expediente ou não nos bancos, incluindo Venâncio Aires. Segundo Cândido Machado, entre 9h e 9h30min de amanhã (4), será possível confirmar ou não o dia de expediente.

Em nota divulgada na terça-feira, 2, o governo do Estado disse que respeita o movimento das categorias e orientou as pessoas que mantenham suas atividades normais amanhã, pedindo ainda aos sindicatos que não “estimulem a criação de um clima de pânico”.

Foto – Maicon Nieland