Secretários deixam o Governo Municipal para concorrer a cargos eletivos

Olá Jornal
março31/ 2020

O prazo para que ocorra a desincompatibilização de chefias de primeiro escalação de governos municipais e que tenham interesse de concorrer nas eleições deste ano é até sexta-feira, 03. A determinação do Tribunal Superior Eleitoral exige o afastamento do cargo seis meses antes do pleito municipal.

Até o momento, por conta da pandemia do Coronavírus, não há nenhuma definição sobre o adiamento das eleições, que estão agendadas para ocorrerem no dia 4 de outubro, faltando, portanto, 185 dias para o pleito. Desta forma, as datas do Calendário Eleitoral seguem sem alterações.

Assim, nesta semana André Kaufmann, Henrique Maciel da Silva e Renato Gollmann, deixam os comandos das pastas ocupadas na atual Administração. Kaufmann, que conduzia a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, ocupava o posto desde o início desta gestão, em janeiro de 2017. Da mesma forma, Renato Gollmann era o Secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, nos últimos três anos e três meses. Por sua vez, Henrique Maciel da Silva, que iniciou neste Governo como assessor da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, assumiu a pasta em agosto de 2018.

Já Loreti Terezinha Scheibler, Secretária Municipal de Administração desde janeiro de 2017, se despede depois de 40 de atuação no Executivo de Venâncio. Loreti ingressou no serviço público em 1979, no Departamento Pessoal, passou pelo Departamento de Recursos Humanos, foi assessora de Administração e chegou ao cargo de Secretária de Administração em 1993 quando na época ocupou por uma semana a cadeira de Prefeita em Exercício. No fim do mandato e já aposentada como servidora pública, assumiu a Secretaria de Administração de Mato Leitão, sendo a primeira secretária da pasta no município vizinho. Em 2005 retornou a Prefeitura de Venâncio e ficou por quatro anos. Pelo seu amplo conhecimento na área, aceitou o convite de novamente comandar a pasta na atual gestão. Mas com o desejo de se dedicar mais a vida pessoal, Loreti, nesta semana, encerra o ciclo profissional desenvolvido junto a Prefeitura.

Já a exoneração do Secretário Municipal de Saúde, Ramon Schwengber, já ventilada nos bastidores, esta em ‘stand by’. Devido a pandemia do Coronavírus que tem exigido intensa dedicação, Schwengber, que já demonstrou interesse em deixar a pasta que comanda desde janeiro de 2017, postergou os planos. No entanto, até o fim da semana, o Secretário deve decidir se permanece na função ou se afasta para concorrer a uma cadeira no Legislativo ou apenas para seguir os planos da vida pessoal.

Também neste ano, José Arnildo Câmara, que ocupava o cargo de Secretário Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social, deixou o posto para retornar ao Legislativo e ocupar a cadeira de vereador, para a qual foi eleito em 2016. Desde a saída de Câmara do Executivo, no início de março, a pasta é acumulada pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Claudio Soares.