Secretaria Municipal de Saúde prepara compra de testes rápidos para identificar o novo Coronavírus

Olá Jornal
abril04/ 2020

Nesta sexta-feira, 03, o Governo do Estado confirmou o recebimento e distribuição de testes rápidos para identificar casos do novo Coronavírus, o Covid-19. Não há indicação de quantas unidades serão destinados à Capital do Chimarrão. Porém, para garantir mais testes ao Município, o secretário municipal da Saúde, Ramon Schwengber (PSB), confirma que a pasta irá adquirir exames de identificação do vírus.

Os detalhes da compra serão confirmados na próxima semana, bem como, o valor projetado para o investimento. “Vamos comprar os testes importados, rápidos, pela secretaria. Na próxima semana teremos novidades sobre isso,” destaca o gestor.

O teste rápido para identificar o novo vírus és aplicado no décimo dia do início dos sintomas, como tosse, dificuldade para respirar, congestão nasal e dor de garganta. Tani esclarece que esse teste detecta a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus, e mostra o resultado em até 20 minutos. É necessária apenas a coleta de uma gotinha de sangue. Este tipo de exame busca agilizar as formas de atendimento e tratamento.

Atualmente os teste da nova doença são realizados somente em casos suspeitos internados no Hospital São Sebastião Mártir. O material é encaminhado ao Laboratório Central do Estado (Lacen/RS), que faz a análise das amostras. Em média, o resultado leva cinco dias para ser publicado.

TESTES NA POPULAÇÃO 

Testar a população em massa é uma forma de ter números mais próximos da realidade, estimando melhor a taxa de mortalidade do vírus e o avanço da pandemia a nível local. Países que adotaram esse método, como a Coreia do Sul, conseguiram “achatar a curva”, diminuindo o número de novos casos e o impacto na economia. No país asiático, uma estratégia foi fazer o teste no esquema drive thru: o paciente é examinado no próprio carro e recebe o resultado por mensagem de texto, junto de instruções sobre o que fazer.

ESTADO

O Rio Grande do Sul recebeu 48,9 mil testes rápidos sorológicos para auxílio ao diagnóstico da Covid-19. Uma parte (20 mil unidades) será enviada à Universidade Federal de Pelotas (UFPel), para pesquisa, e outra parte (28.940) será aplicada em profissionais das áreas da saúde e da segurança, de acordo com protocolo em elaboração pela Secretaria da Saúde (SES). O protocolo deve ser aprovado na segunda-feira, 06, durante reunião virtual do Centro de Operações de Emergência (COE).

Foi a primeira remessa de kits recebida pelo Estado, de outras previstas para serem enviadas pelo Ministério da Saúde nas próximas semanas. Além dos testes rápidos, o Laboratório Central do Estado (Lacen) e outros laboratórios privados credenciados permanecem realizando os testes de biologia molecular, capaz de identificar o coronavírus em pacientes logo no início da doença. Essa modalidade é usada para diagnosticar casos graves internados com a Covid-19 e em profissionais que estiverem em atendimento direto nos hospitais aos pacientes com síndrome respiratória aguda grave.