• Hoje é: quarta-feira, novembro 14, 2018

Secretaria de Saúde já emitiu 260 protocolos para cirurgias eletivas

Olá Jornal
julho03/ 2018

Até a tarde desta terça-feira, 3, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já emitiu 260 protocolos para cirurgias de pacientes que aguardam na fila de espera das eletivas no Município. Conforme a atendente Sandra Algayer, neste número já estão incluídos os pacientes com laudos médicos emitidos depois do dia 20 de junho, quando iniciou o trabalho de recadastramento.

Ainda conforme Sandra, é muito importante que, mesmo os pacientes que já realizaram a cirurgia solicitada pelo médico, venham até o setor de atendimento e informe ao atendente a realização do procedimento e realize o preenchimento da declaração de desistência, possibilitando assim mais agilidade no processo.

O recadastramento ocorre até o dia 19 de julho, e após esta data, o paciente que não realizou o recadastro será retirado da fila de espera. A SMS dispõe de dois guichês específicos para esses atendimentos, de segunda a sexta, entre 7h30min e 16h, sem fechar ao meio-dia. No momento do recadastramento, é necessário apresentar o cartão do SUS, comprovante de endereço e algum documento de identificação (CPF, RG ou CNH).

Seis anos de espera

Quem realizou o recadastro e já foi chamado para encaminhar a realização de exames pré-operatórios é o paciente Darcí Schulz, 62 anos. Casado e pai de dois filhos. Morador do Bairro Grassler, o seu Darcí aguardava desde 2012 por uma cirurgia de RTU de Próstata. “Eu achei que nem ia mais fazer a cirurgia, pois nunca me chamaram, quando eu ouvi no rádio que estavam recadastrando eu logo vim, no primeiro dia, porque só Deus sabe o quanto eu sofro com este problema.” Contou seu Darcí.

Assim como ele, várias outras pessoas aguardam há muitos anos por uma cirurgia eletiva. Nos arquivos da SMS o pedido de cirurgia mais antigo é de uma paciente que aguarda por um procedimento desde 25 de novembro de 2011. Este paciente também já foi chamado e está em período de realização de exames pré-operatório.

Emocionado, seu Darcí, aguarda ansioso pelo procedimento. “Não vejo a hora de fazer a cirurgia, e parar de sofrer. Quase não acreditei quando me ligaram pra vim buscar os documentos. Quero voltar a ter saúde e fazer o que não posso mais por causa deste problema.” Finalizou.