Secretaria de Saúde de Mato Leitão divulga relatório financeiro e de ações

Olá Jornal
setembro27/ 2018

Equipe da Prefeitura divulgou nesta semana o relatório financeiro e de atividades na Secretaria Municipal da Saúde, relativo aos meses de maio, junho, julho e agosto deste ano. A audiência pública atende a Lei Complementar nº 141 (2012) que define gastos e fixa percentuais de investimento no setor.

No caso dos municípios o índice mínimo é de 15%. A tesoureira Mariete Heinen, ao divulgar dos relatórios, confirmou que Mato Leitão alcançou até final de agosto o patamar de 18,63%, tendo como base de cálculo receitas de impostos e transferências constitucionais (R$ 10,8 milhões).

Os gastos para manter atendimentos, programas e serviços nas duas Unidades Básicas de Saúde (Centro e Santo Antônio) chegaram a R$ 1.059.454,06 nos últimos quatro meses. Pagamento de servidores, compra de medicamentos e materiais, manutenção da estrutura e veículos são as principais despesas. “O custo a cada mês aumenta para manter o nível de atendimento. É preciso muito controle e buscar alternativas. Em média, a cada dia, são 308 pessoas que buscam algum tipo serviço nas Unidades de Saúde”, disse o prefeito Carlos Alberto Bohn.

LDO

O Executivo realiza nesta quinta-feira, 29, uma audiência pública com o objetivo de discutir a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019. Para a reunião, que começa às 18h, está convidada toda a comunidade.

 NÚMEROS:

– exames laboratório: 7.811

– internações hospitalares: 85

– farmácia (pessoas atendidas): 9.153

– Secretaria (atendimentos): 2.729

– Agentes Saúde (visitas): 3.100 no Centro e 1.453 na área de Santo Antônio

– casos de câncer: 7 novos pacientes

– transporte pacientes: 171 Santa Cruz do Sul

– RX (SUS): 236 exames

– Oftalmologia: 118 em Candelária