Safra de tabaco na região deve ter quebra de 10%

Olá Jornal
dezembro06/ 2019

A queda na safra de tabaco na região de Agudo até Venâncio Aires será de cerca de 10%, segundo estimativa da Afubra. O levantamento ainda é inicial e pode mudar conforme for ocorrendo a comercialização.

Segundo o gerente técnico da Afubra, Paulo Vicente Ogliari, a produção nessa região foi prejudicada pelo excesso de chuva e frio que impediram o pleno desenvolvimento da planta. Ele afirma que a região, considerada uma das maiores produtoras, é a mais prejudicada. “Sabe-se que a produção na nossa região de Agudo até Venâncio as lavouras são piores do que o ano passado”.

Já as tempestades de granizo superam em cerca de 50% as verificadas na safra passada. A região mais afetada é o sul do estado 15.669 propriedades contra 10.723 no ano passado. Já na região houve redução em cerca de 40%, com 2.634 produtores atingidos neste ano contra 3.436 no ano passado.

GERAL
No geral, a safra terá redução de 2,6% na produção. A estimativa de área plantada nos três Estados do Sul do Brasil é de 290.397 hectares e a produção de 646.991 toneladas. Comparada com a produção (664.991 toneladas) e área (297.310 hectares) da safra passada, ainda haverá redução estimada de área em 2,3%.