• Hoje é: sábado, dezembro 15, 2018

Recursos próprios e dos partidos abastecem campanhas dos candidatos em Venâncio

Olá Jornal
setembro17/ 2018

Nas primeiras eleições gerais após a proibição das doações de pessoas jurídicas, e passados 26 dias do início da campanha, cinco dos seis candidatos à deputado representando Venâncio Aires arrecadaram, juntos, pouco mais de R$ 160 mil. O maior volume deste montante vem de recursos próprios dos candidatos. Os valores destinados por outros candidatos ou pelos partidos ainda é considerado baixo. Os dados constam em relatório do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Até esta quinta-feira, 13, as coordenações das candidaturas apresentaram o segundo relatório de prestação de contas.

Das seis candidaturas locais, a de Celso Krämer (PTB), é a que registra a maior movimentação financeira até o momento. O petebista declarou até agora R$ 60.750,00 em receitas. O maior volume, R$ 50 mil, foi de doações encaminhadas por outros candidatos. O valor foi garantido pela candidatura de Marcelo Moraes (PTB), com quem Krämer realiza dobradinha. As despesas declaradas alcançam R$ 33.546,00, sendo que o maior volume de gastos é com material para publicidade.

Airton Artus (PDT) arrecadou R$ 41.592,00. Deste valor, 72,13% são de recursos próprios, ou seja, R$ 30 mil. Outros R$ 10 mil são de doações vindas de outros candidatos. O postulante também utiliza a modalidade de vaquinha online, que até esta segunda-feira, 10, arrecadou R$ 1.592,00. Em despesas já declaradas, o valor alcança R$ 48,2 mil. A maior parte dos gastos é em material de publicidade.

A segunda candidatura que mais arrecadou é a de Vinícius Medeiros (PSDB). O tucano, até esta quinta-feira, 13, arrecadou R$ 42 mil, sendo a maior parte (R$ 25 mil) de recursos próprios, representando 59,52%. Outros R$ 17 mil são de doações de pessoas físicas. Em despesas, o candidato declarou R$ 58.542,40, sendo que R$ 24,5 mil foram destinados à serviços de publicidade e impressão.

Diene Berté (PT), que também disputa uma cadeira ao Parlamento Gaúcho, garantiu R$ 10 mil para a campanha. O valor foi destinado pelo partido. A maior parte do recurso foi aplicada para o pagamento de locação de imóveis, com o valor de R$ 4.840,00.

FEDERAIS
O candidato local à deputado federal, Nilson Lehmen (PMDB) declarou R$ 6 mil em receitas. O valor foi destinado pelo partido. Já o candidato Acemar da Silva, o Zequinha (PPS), não declarou receitas, nem despesas na atual candidatura.