Qualidade do tabaco será mantida nesta safra

Olá Jornal
fevereiro24/ 2018

A atual safra do tabaco (2017/18) terá a mesma qualidade do ano passado. A previsão da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) é que o nível seja mantido mesmo com a seca na região Sul e os temporais na região do Vale, registrados ainda em outubro do ano passado.
De acordo com o tesoureiro da Afubra, Marcílio Drescher, com exceção dessas regiões a qualidade é considerada normal. “Ainda não é possível dimensionar as perdas nessas localidades, mas no geral teremos uma boa safra”, avalia.
A produção estimada é de 684.948 toneladas, com área plantada de 297.460 hectares tendo 149.350 famílias produtoras no Sul do país. O estado com a maior produção será novamente o Rio Grande do Sul com 307.057 toneladas, bem como a maior área plantada (145.240) e mais família produtoras (74.360).
A produção é menor do que a safra passada, quando chegou a 705.930 toneladas. No entanto o gerente técnico da Afubra, Paulo Vicente Ogliari, lembra que foi uma super-safra. “Foi acima da média, neste ano voltamos ao normal”.

COLHEITA
Conforme Ogliari, a colheita da safra atinge mais de 80%. Na região do Vale ainda restam cerca de 5% e na região Sul 15%.