• Hoje é: quinta-feira, dezembro 13, 2018

Projeto de Férias: EMEI Osmar Puthin é a escola pública dos pequenos em janeiro

Olá Jornal
novembro26/ 2018

As férias escolares dos pequenos alunos das escolas Municipais de Educação Infantil muitas vezes se tornavam dores de cabeça para os pais. Desde o início deste ano a realidade mudou com a implantação do “Projeto de Férias” onde o Governo disponibiliza uma escola aberta durante os 30 dias de janeiro para aqueles pais que não possuem outro recurso para deixar os filhos e que não conseguem conciliar as férias no mesmo período que o educandário.
Em 2019 a EMEI Osmar Puthin no Bairro Cruzeiro será a escola que receberá alunos de toda a rede que foram inscritos e selecionados pela Secretaria. Para participar, os pais procuram a direção das escolas para preencher o formulário e assinar o termo de responsabilidade, onde informa que não pode tirar férias no mesmo período e se compromete em oportunizar o período de 30 dias de descanso ao menor quando for também desfrutar das suas férias, cumprindo assim o Artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente. As inscrições ocorrem até o dia 30,sexta-feira.
A família que não respeitar o período de férias do aluno, perderá o direito de frequentar o Programa de Férias no mês de janeiro do ano subsequente. O Programa de Férias é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação que organiza os profissionais para trabalharem no período e garante a eles o período de férias em outra oportunidade.
Para o Prefeito Giovane Wickert, o programa atende as perspectivas dos pais e auxilia dezenas de famílias que em anos anteriores precisavam economizar ao longo do ano para pagar cuidadoras ou até mesmo um projeto de férias particular para deixar os filhos em janeiro. “É uma demanda da nossa comunidade que atendemos com muito orgulho em saber que as crianças seguem no ritmo que estão acostumadas com cuidados especiais e alimentação além de atividades lúdicas e divertidas no projeto e os familiares podem continuar em suas jornadas de trabalho sem a preocupação da forma como seus filhos estão enquanto eles cumprem suas jornadas”.
Neste ano, que foi o primeiro do projeto, 80 crianças participaram do período diferenciado do atendimento que ocorreu na EMEI Arco Iris.