Projeto de construção do Centro Cultural passa por adequações

Olá Jornal
abril22/ 2019

O principal investimento público na área da cultura deve sair do papel ainda neste semestre. Pelo menos esta é previsão de lideranças do setor. Após garantir R$ 700 mil do então Ministério da Cultura, atual Ministério da Cidadania, Venâncio Aires ganhará um Centro Cultural, no espaço onde atualmente está a Secretaria Municipal de Cultura e Esportes. O projeto inicial passou por adequações, já que o projeto total exigirá quase R$ 2 milhões, projetando também a reforma total do prédio atual, além da equipação do multipalco.

Com isso, o projeto arquitetônico para investir o recurso já garantido, dependia de adequações. O assunto foi abordado pelo prefeito Giovane Wickert (PSB) durante passagem em Brasília, no início do mês na Marcha Municipalista.

As alterações no projeto se devem também pela necessidade de aplicação dos recursos em locais com utilidade. “Isso é fundamental para utilizar os recursos, não podemos iniciar um investimento público e não concluir, por isso o nosso projeto foi readequado. Pelo investimento teremos condições de já utilizar o espaço após a conclusão,” explica o secretário de Cultura, Henrique Silva (Rede).

Pela proposta do projeto, o auditório está garantido e será edificado aos fundos da atual sede da secretaria. Com os ajustes no orçamento será possível concluir e equipar em parte o espaço para utilização. “O recurso já está destinado e não corremos mais risco de perder. Agora aguardamos a posição do Ministério para abrir o processo de licitação e iniciar a obra,” destaca.

PROJETO
A expectativa do Governo Municipal é de iniciar as obras até o fim do primeiro semestre. O espaço terá capacidade para acomodar até 210 pessoas e no atual estacionamento, que fica nos fundos do imóvel, será edificado um multipalco. As características arquitetônicas externas serão mantidas, mas internamente será remodelado. O valor da primeira etapa do projeto que é a edificação do multipalco é estimado em R$ 713 mil, a maior parte do valor foi liberada pelo Ministério da Cultura – R$ 698,59 – e o restante é contrapartida da Prefeitura. O contrato com a Caixa Econômica Federal foi assinado no dia 11 de janeiro.

Olá Jornal
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com