• Hoje é: sexta-feira, outubro 18, 2019

Programa de Óleo Saturado premia escolas e instituições na Expoagro

Janine Niedermeyer
março22/ 2017

As escolas e instituições parceiras do Programa de Coleta de Óleo Saturado recolheram 143.702 litros de óleo durante o ano de 2016. Esse volume resultou na entrega de cerca de R$ 70 mil em cheques-bônus para adquirir produtos nas lojas da Agro-Comercial Afubra.

Para marcar o repasse dos prêmios financeiros, foi realizada nesta quarta-feira, 22 de março, na Expoagro, a solenidade que destacou as 10 escolas que coletaram as maiores quantidades. Ao abrir o ato, o tesoureiro da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Marcílio Drescher, disse que o programa é feito por muitas mãos, o que o torna um amplo projeto de conscientização ambiental com grandes resultados.

O coordenador do programa, Nataniél Sampaio, lembrou que o destaque para o campeões de coleta não significa que as coletas das demais escola tenham menos importância. Ele contou que a trajetória da Afubra na produção de biocombustíveis começou em 2006, com a implantação de lavouras de girassol e, em 2009, foi instalada a usina no Parque da Expoagro, com o início do Programa de Coleta de Óleo Saturado e incremento na fabricação de biocombustíveis.

Sampaio explicou que a opção de envolver as escolas se deve ao objetivo de sensibilização e de trabalhar a multiplicação da conscientização.

“Tudo o que sai da pia vai parar na água, que é a mesma água que volta pela torneira”, disse, lembrando que o processo de purificação é difícil. “Quando chega aos recursos hídricos, o óleo cria uma película que acaba com a vida aquática e, além disso, sua dissolução gasta muito oxigênio”, acrescentou.

“O óleo coletado vem para a usina passa por uma filtragem e por um processo química que separa o glicerol do biodiesel”, explicou. Os ganhos ambientais são a preservação dos recursos hídricos e a redução no uso de combustíveis fósseis.

Conforme Marcia Werle, presidente da empresa Biotechnos, desenvolvedora dos equipamentos para produção de biocombustíveis, a usina da Afubra foi uma das primeiras instaladas e é a que mais representa o que os criadores idealizavam, pois envolve as comunidades e a educação ambiental.

“Foram coletados 693 mil litros de óleo em oito anos. Isso significa 17 bilhões de litros de água que não foram contaminados”, explicou. “A tecnologia é importante, mas as máquinas não produzem sozinhas. O que faz as coisas acontecerem é esse projeto”, acrescentou.

SAIBA MAIS

Realizada pela Afubra, a ação é realizada em 517 escolas de 95 municípios nos três estados do Sul do Brasil – Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina -, e entidades filantrópicas. Atualmente estão envolvidos 18.524 professores/servidores e 142.970 estudantes. Nos oito anos de programa, a coleta passou de 14 mil litros (em 2009) para 143,7 mil litros (em 2016). O biodiesel é usado nas máquinas agrícolas e na frota da Afubra. As garrafas pet utilizadas pelos alunos para armazenar o óleo são destinadas à Cooperativa de Reciclagem de Rio Pardo.

Os 10 campeões de coleta:

1º – Associação de Pais e Professores da Escola Modelo Ella Kurth, de Rio do Sul/SC – 4.732 litros

2º – APP da Escola Municipal São Francisco, de Luzerna/SC – 4.020 litros

3º – CPM da Escola Estadual Santa Cruz, de Santa Cruz do Sul/RS – 2.944 litros

4º – CPM da Escola Professora Célia Milda Schlesner Schieferbein, de Paraiso do Sul/RS – 2.850 litros

5º – Núcleo dos Colorados de Arambaré N.C.A, de Arambaré/RS – 2.760 litros

6º – Escola Infantil e Fund. Jacui Central Ltda, de Cachoeira do Sul/RS – 2.733 litros

7º – ASDISC – Colégio Nossa Senhora Medianeira, de Candelária/RS – 2.648 litros

8º – CPM da Escola Dinah Néri Pereira, de Cachoeira do Sul/RS – 2.566 litros

9º – CPM Escola Nossa Senhora da Glória, de Sinimbu/RS – 2.564 litros

10º – APP EBB Professora Julieta Lentz Puerta, de Joaçaba/SC – 2.351 litros.

Municípios que mais coletaram:

1º – Santa Cruz do Sul/RS – 20.716,5 litros

2º – Cachoeira do Sul/RS – 13.996 litros

3º – Rio do Sul/SC – 10.767 litros

4º – Ituporanga/SC – 6.212 litros

5º – Serafina Corrêa/RS – 6.031 litros

6º – Joaçaba/SC – 5.849 litros

7º – Mafra/SC – 5.567,5 litros

8º – Candelária/RS – 4.953 litros

9º – Paraíso do Sul/RS – 4.489 litros

10º – Luzerna/SC – 4.120 litros.

Números gerais:

Coleta 2009 – 14.249 litros

Coleta 2010 – 47.426 litros

Coleta 2011 – 59.305 litros

Coleta 2012 – 87.122 litros

Coleta 2013 – 95. 721 litros

Coleta 2014 – 118.795 litros

Coleta 2015 – 127.556 litros

Coleta 2016 – 143.702 litros

Total: 693.876 litros

Texto: Cristina Severgnini – MTb/RS 9.231 – Expoagro Afubra 2017

Foto: Luiz Fernando Bertuol/Afubra