Procura pela vacina da gripe é intensa

Olá Jornal
março23/ 2020

A busca pela vacina contra a Influenza (gripe) nesta segunda-feira, 23, tem sido intensa nos postos de saúde de todo o município, assim como no ponto de vacinação montado junto a Praça Henrique Bender (Evangélica) no Centro da cidade, onde devem terminar ainda pela manhã.

O primeiro lote de 3,7 mil doses enviado pelo Estado deve acabar ainda hoje. No entanto, o Secretário Municipal de Saúde, Ramon Schwengber, enfatiza que já está em constante contato com o Estado para que uma nova remessa seja enviada a Venâncio ainda nesta terça-feira, para que a vacinação seja retomada na quarta-feira.

O responsável pela pasta adianta que a vacinação realizada diretamente nos veículos na Praça Evangélica foi aprovada e será mantida na retomada. “Constatamos que a medida funcionou bem, pois evitou a circulação destas pessoas nos postos e ruas ao receberem a imunização diretamente nos veículos. Nas Unidades de Saúde também realizamos a vacinação na área externa, para evitar a aglomeração de pessoas em ambientes internos, combatendo a disseminação do Covid-19.”

Schwengber também destaca a importância da vacinação ao grupo de risco. “A vacina contra a gripe não protege contra o Coronavírus, mas é uma maneira de resguardar os mais vulneráveis contra doenças respiratórias. E essas pessoas deixam de procurar os prontos socorros dos hospitais, diminuindo a transmissão e aumentando o diagnóstico preciso do Coronavírus.”

Fases da Campanha

Na Capital do Chimarrão a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza é voltada para mais de nove mil idosos (pessoas acima de 60 anos) e mais de três mil profissionais da saúde.

A partir de 16 de abril, o público-alvo se estende para professores, profissionais das forças de segurança e de salvamento e pacientes com doenças crônicas, como hipertensão, asma, diabetes.

Crianças de seis meses a menores de seis anos completos devem se vacinar contra a gripe no dia 9 de maio, dia D da campanha. Nesta data, a vacinação engloba também toda a população, e grupos como adultos entre 55 e 60 anos incompletos, gestantes, puérperas (aquelas que deram à luz recentemente) e indígenas devem se proteger.

A campanha se estenderá até 23 de maio em todos os postos de saúde do Brasil e toda a população tem de tomar a vacina.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA