Problemas no abastecimento de água pautam sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, 11

Olá Jornal
janeiro12/ 2021

A sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, 11, não teve votação de projetos de lei. Durante o período das comunicações, os vereadores questionaram os problemas de abastecimento de água na cidade. Além disso, a situação da estiagem no perímetro rural também entrou nas discussões dos parlamentares. 

A preocupação atual é a capacidade de abastecimento, já que o arroio Castelhano não está conseguindo suprir a demanda. Alguns vereadores criticaram a demora da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) para apontar soluções aos problemas de abastecimento, especialmente nos últimos anos na parte alta da área urbana. 

Entre os destaques das falas, o vereador Renato Gollmann (PTB) destacou que não há investimentos adequados para garantir o abastecimento. “É preciso se preocupar com a água nas casas. Mensalmente são ligados em média 50 novos pontos na rede da Corsan, mas não são abertos novos poços ou aumentada a capacidade de abastecimento,” destacou. 

Sid Ferreira (PDT) também lembrou a falta de investimentos adequados para garantir o abastecimento. “Não há investimento devido para ter água suficiente para abastecer. É preciso se unir para garantir este serviço, que é bem pago. É preciso investimento da Corsan. É uma oportunidade para fazer audiência para criar reservatórios domésticos para aproveitamento da água da chuva, por exemplo.”

A exemplo do ano passado, André Kauffmann (PTB), sugeriu a publicação de um decreto de emergência por conta da estiagem, com o objetivo de evitar desperdício de água na cidade. 

REUNIÃO 

Na última sexta-feira, os vereadores Gerson Ruppenthal (PDT), Eligio Weschenfelder (PSB), Renato Gollmann (PTB) e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelsoir Battisti (PSD), juntamente com moradores do bairro Cidade Alta, participaram de reunião na sede da Corsan. O encontro contou com a participação do Superintendente da Corsan, José Roberto Ceolin Epstein e o gerente local, Ilmor Dör. 

O secretário Nelsoir sugeriu a perfuração de um poço na área que fica nos fundos do Parcão, no bairro Bela Vista. O vereador Eligio citou três ações. “Penso que seria interessante uma campanha para que os moradores que não possuem reservatórios, instalem, e assim possam amenizar o problema da falta de água. Outra medida a médio e longo prazo, seria construir piscinões ou uma represa para armazenar água. E como uma medida imediata sugiro a utilização da água de um poço existente no Parque do Chimarrão”, concluiu.

A companhia se comprometeu em realizar outras ações imediatas como verificar a possibilidade de utilizar o poço existente no Parque do Chimarrão, perfurar mais poços e trabalhar na recuperação de outros que não estão podendo ser usados.

Olá Jornal
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com