• Hoje é: domingo, fevereiro 18, 2018

Primeira noite de desfiles do Carnaval vai movimentar a rua Osvaldo Aranha

Olá Jornal
fevereiro10/ 2018

Está tudo pronto para a primeira noite do Carnaval de Venâncio Aires. Ao longo deste sábado, 10, equipes da prefeitura e da sonorização ajustavam os últimos detalhes para as apresentações das escolas. Apesar da previsão de chuva, a organização vai aguardar o horário mais próximo do evento para avaliar a situação.

O público que vai prestigiar os desfiles de Carnaval no sábado,10, e na segunda-feira, 12 irá ver as escolas de samba Fiel Tribo, Malandros do Ritmo, Unidos das Vilas e Unidos da Vila Freese descendo a Rua Osvaldo Aranha. Pelo segundo ano consecutivo os festejos do “Momo” ocorrem no município com recursos financiados pela Lei Rouanet, ou seja, empresas destinaram valores do Imposto de Renda para garantir as atividades culturais e festivas na cidade.

Conforme a organização, o desfile iniciará às 20h30min com a participação das cortes adulta e infantil do Carnaval e também as representantes do interior (adulto e infantil). A expectativa da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes é de realizar os desfiles em até quatro horas. Assim como no ano passado, as escolas se organizarão de forma que não ocorram atrasos.

DESFILES

A primeira escola a descer a Rua Osvaldo Aranha no sábado, 10, será a Malandros do Ritmo, o tema a ser apresentado é “Recordar é viver”. Segundo o presidente Rogério Seibt, o desfile deste ano irá recordar e transformar a Rua Osvaldo Aranha em antigos bailes de carnaval, lembrando as tradicionais marchinhas.

As apresentações seguem com a Fiel Tribo Guarani, que terá o Tri da Libertadores do Grêmio como tema do desfile desse ano. O Olá Jornal contatou a coordenação da escola para buscar mais informações, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. A escola Unidos das Vilas é a penúltima a se apresentar na primeira noite de desfiles. O tema escolhido para este ano é “Deficiência Física, aprendizado e superação”.

Conforme o vice-presidente e interprete Noredi Rodrigues, a ideia deste tema surgiu com a intenção de mostrar para todos como os deficientes físicos superam suas dificuldades e são felizes, “independente de suas limitações,” destaca. Neste ano a Associação Santacruzense de Pessoas Portadoras de Deficiência Física (ASPEDE) participará novamente do desfile com a escola.

A última escola a desfilar no sábado será a Unidos da Vila Freese, que trará o bairro Santa Tecla como tema. Segundo Guiomar da Rosa (Guita), um dos organizadores, o tema foi escolhido por que a maioria dos participantes cresceram no bairro, e por muitos parceiros da escola morarem ou terem empreendimentos neste local.

Na segunda-feira,12, a ordem do desfile será invertida iniciando com Unidos da Vila Freese seguida das escolas Unidos das Vilas, Fiel Tribo Guarani e Malandros do Ritmo. O horário de início mantém-se às 20h30min.

HORÁRIO

Segundo o secretário da Cultura e Esporte Saul Zart, a ideia é cumprir o horário do desfile, assim como no ano passado. As escolas junto com o secretaria se organizarão de forma que quando uma escola estiver finalizando, outra já tenha iniciado o seu desfile. O objetivo é garantir agilidade entre uma apresentação e outra evitando atrasos.

INVESTIMENTO

O carnaval deste ano garantiu R$ 135 mil em patrocínios através da Lei Rouanet, sendo que R$ 60 mil já estão confirmados e até julho mais R$ 75 mil serão acrescentados neste valor. Os apoiadores são Alliance One Brasil Exportadora de Tabacos Ltda, Lenz & Cia Ltda, Medilar Importação e Export. de Produtos Médicos e Hospitalares Ltda e Corsan.

O público que vai prestigiar os desfiles de Carnaval no sábado,10, e na segunda-feira, 12 irá ver as escolas de samba Fiel Tribo, Malandros do Ritmo, Unidos das Vilas e Unidos da Vila Freese descendo a Rua Osvaldo Aranha. Pelo segundo ano consecutivo os festejos do “Momo” ocorrem no município com recursos financiados pela Lei Rouanet, ou seja, empresas destinaram valores do Imposto de Renda para garantir as atividades culturais e festivas na cidade.
Conforme a organização, o desfile iniciará às 20h30min com a participação das cortes adulta e infantil do Carnaval e também as representantes do interior (adulto e infantil). A expectativa da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes é de realizar os desfiles em até quatro horas. Assim como no ano passado, as escolas se organizarão de forma que não ocorram atrasos.

DESFILES

A primeira escola a descer a Rua Osvaldo Aranha no sábado, 10, será a Malandros do Ritmo, o tema a ser apresentado é “Recordar é viver”. Segundo o presidente Rogério Seibt, o desfile deste ano irá recordar e transformar a Rua Osvaldo Aranha em antigos bailes de carnaval, lembrando as tradicionais marchinhas.
As apresentações seguem com a Fiel Tribo Guarani, que terá o Tri da Libertadores do Grêmio como tema do desfile desse ano. O Olá Jornal contatou a coordenação da escola para buscar mais informações, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.
A escola Unidos das Vilas é a penúltima a se apresentar na primeira noite de desfiles. O tema escolhido para este ano é “Deficiência Física, aprendizado e superação”.
Conforme o vice-presidente e interprete Noredi Rodrigues, a ideia deste tema surgiu com a intenção de mostrar para todos como os deficientes físicos superam suas dificuldades e são felizes, “independente de suas limitações,” destaca. Neste ano a Associação Santacruzense de Pessoas Portadoras de Deficiência Física (ASPEDE) participará novamente do desfile com a escola.
A última escola a desfilar no sábado será a Unidos da Vila Freese, que trará o bairro Santa Tecla como tema. Segundo Guiomar da Rosa (Guita), um dos organizadores, o tema foi escolhido por que a maioria dos participantes cresceram no bairro, e por muitos parceiros da escola morarem ou terem empreendimentos neste local.
Na segunda-feira,12, a ordem do desfile será invertida iniciando com Unidos da Vila Freese seguida das escolas Unidos das Vilas, Fiel Tribo Guarani e Malandros do Ritmo. O horário de início mantém-se às 20h30min.

HORÁRIO

Segundo o secretário da Cultura e Esporte Saul Zart, a ideia é cumprir o horário do desfile, assim como no ano passado. As escolas junto com o secretaria se organizarão de forma que quando uma escola estiver finalizando, outra já tenha iniciado o seu desfile. O objetivo é garantir agilidade entre uma apresentação e outra evitando atrasos.

INVESTIMENTO

O carnaval deste ano garantiu R$ 135 mil em patrocínios através da Lei Rouanet, sendo que R$ 60 mil já estão confirmados e até julho mais R$ 75 mil serão acrescentados neste valor. Os apoiadores são Alliance One Brasil Exportadora de Tabacos Ltda, Lenz & Cia Ltda, Medilar Importação e Export. de Produtos Médicos e Hospitalares Ltda e Corsan.

FOTO: Arquivo Olá