• Hoje é: segunda-feira, agosto 19, 2019

Pressão política para garantir emenda de investimento na duplicação da RSC-287

Olá Jornal
outubro24/ 2018

A proposta do deputado federal Heitor Schuch (PSB) para garantir R$ 84 milhões em emenda da bancada federal gaúcha ao Orçamento da União no próximo ano, depende também de pressão política da região. O objetivo é de aplicar o recurso no projeto de duplicação da RSC-287. Entretanto, o valor é um solicitação e depende de aprovação dos demais deputados que compõe o grupo de parlamentares gaúchos. Cada parlamentar tem direito a duas indicações por ano, e as sugestões são submetidas a todos, e ao final, as seis mais votadas são escolhidas para receberam os recursos da bancada, que totalizam R$ 169,6 milhões.

Conforme Schuch a definição dos projetos ocorre até o dia 30 de outubro. A pressão regional é um caminho para convencer os demais deputados. “Estamos falando de uma obra na rodovia que atualmente está travando o desenvolvimento da região central. É fundamental o apoio de prefeitos, vereadores e demais lideranças políticas e da sociedade para garantir a emenda destinada a nossa região.”

O valor solicitado não garante a obra de forma completa, mas pode resultar na elaboração de projetos técnicos e o início do plano de duplicação. “Não se investe recursos federais em obras que não possuam projetos técnicos. Isso precisa ser feito e este valor da emenda pode garantir o andamento desta iniciativa. Se a nossa região não se mobilizar e ir à Brasília cobrar apoio dos demais deputados, poderemos perder este recurso inicial,” argumenta o deputado.

APOIO
O prefeito de Venâncio Ares, Giovane Wickert (PSB) deve seguir à Capital Federal, para buscar apoio a iniciativa. Além disso, o gestor deve buscar novos recursos para investimentos na Capital do Chimarrão. Na pasta de solicitações também está a busca pela força política dos demais parlamentares gaúchos a demanda de duplicação da RSC-287. Entidades empresarias e outras lideranças políticas da região devem integrar comitiva que buscará o debate da proposta de Schuch para fomentar o início do plano de duplicação.

PROJETO
Lançada em agosto, a campanha Duplica 287 pede investimentos nos 204 quilômetros da rodovia entre Tabaí, na Região Metropolitana, e Santa Maria, na Região Central, com objetivo de alavancar o desenvolvimento das regiões central e do Vale do Rio Pardo e diminuir a insegurança de quem trafega pela rodovia. O projeto total exigiria investimentos de até R$ 1 bilhão. Entretanto, a proposta defendida por lideranças regionais é de iniciar o plano de duplicação por trechos com maior fluxo, entre eles, os 30 quilômetros entre Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires.