Prefeitura projeta déficit nas contas municipais de R$ 13,9 milhões em 2020

Olá Jornal
outubro22/ 2019

O orçamento municipal para 2020 está projetado em R$ 297 milhões. A projeção está na Lei de Diretrizes Orçamentárias apresentada nesta quinta-feira, 17, ao Legislativo Municipal. A projeção orçamentária apresenta um déficit de R$ 13,9 milhões, já que as despesas para 2020 alcançam os R$ 310 milhões. Por conta da situação, as políticas de cortes nos custos públicos e controle nos gastos seguirão ao longo do próximo ano, já que em 2019 o orçamento também contava com déficit de R$ 13 milhões.

Do total de receitas, o maior volume de recursos vem de transferências federais, estaduais e de receitas correntes, que representam 60,35% do volume de recursos que alcança R$ 146,5 milhões. Já a projeção de recursos próprios do município, entre impostos (IPTU, ISS, ITBI), além de taxas e contribuição de melhorias, representa outros 17,69% das receitas, alcançando R$ 42,9 milhões na projeção orçamentária de 2020. Já as receitas de capital, recursos oriundos de operações de crédito, financiamentos e transferência de capital, a estimativa aponta que chega a 18,64% do orçamento geral do município, representando R$ 45,2 milhões.

O orçamento de 2020 tem projeção de crescimento de 9,62%. Porém, mesmo com aumento nas receitas próprias do Município, não é suficiente para fazer frente ao crescimento da despesa que sofre os efeitos da inflação.

As despesas projetadas alcançam R$ 256,7 milhões, sendo que o maior volume é com pessoal e encargos sociais, que somam R$ 115,7 milhões, representando 45,08%. Outros R$ 54,2 milhões do orçamento são destinados ao Fundo Municipal de Previdência Social. Com isso, as despesas projetadas pelo poder público para 2020 somam R$ 310,9 milhões. Assim como nos últimos quatro anos, a projeção de orçamento conta com déficit nas contas públicas. Apesar disso, ações são adotadas no município prevendo medidas para contornar os gastos e evitar rombo nas contas municipais.