Prefeitura fará contratação temporária para garantir atendimentos na Unidade de Acolhimento

Guilherme Siebeneichler
julho24/ 2017

Prefeitura fará contratação temporária de cinco Cuidadores em Saúde para garantir o funcionamento da Unidade de Acolhimento. Os contratos terão prazo de seis meses, prorrogáveis por mais seis. A carga horária dos profissionais será de 40 horas semanais, com remuneração de R$ 1.473,82.

O projeto de lei autorizando as contratações está em análise no Legislativo Municipal e deve ser votado na próxima sessão ordinária, excepcionalmente na quarta-feira, 26, por conta do feriado municipal. A Unidade de Acolhimento Infanto-Juvenil recebe recursos do Funda Nacional de Saúde e do Fundo Estadual de Saúde, e estava com as atividades suspensas por falta de profissionais habilitados.

A proposta do governo municipal é dar seguimento aos atediamentos especializados aos usuários de drogas que já tiveram o tratamento concluído em locais de reabilitação e passam pelo processo de reinserção ao convívio familiar. A contratação emergencial evita também o descredenciamento do Município junto ao Ministério da Saúde e a devolução de recursos federais, segundo justifica o projeto de lei em discussão na Câmara de Vereadores. .