• Hoje é: sexta-feira, setembro 20, 2019

Prefeitura espera zerar filar de espera por vagas em Emeis com nova escola do bairro Xangrilá

Olá Jornal
setembro07/ 2019

Nesta semana foram retomadas as obras da Escola Municipal de Educação Infantil do bairro Xangrilá. A unidade estava parada desde fevereiro, após a empreiteira abandonar o investimento. O espaço será a maior escola infantil do município, e ofertará mais de 180 vagas. Durante passagem ao Casva, o prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert (PSB), acompanhado da secretária de Educação, Joice Battisti Gassen (MDB) avaliou a situação das vaga na rede pública de ensino. Atualmente 240 crianças aguardam na fila por vagas nas escolas de educação infantil. Com a inauguração da nova escola, projetada para o próximo ano e a compra na rede privada, a expectativa é de contemplar todas as famílias que aguardam na fila.

“Essa demanda é muito instável, mas esperamos equilibrar esta fila com a nova Emei Xangrilá e o restante com a compra de vagas na rede privada. O custo por matrícula é menor na rede particular do que na rede pública,” explicou o prefeitura durante passagem ao Casva, para avaliar a intervenção pública.

Ao avaliar a fila de espera, a secretária destaca que a demanda é maior para os níveis IA e IB, para crianças até dois anos. “Além da nova Emei, projetamos aumento das vagas também no Casva e outras unidade que podem ter atendimento ampliado. É uma demanda que ao longo do tempo vai oscilando, e não vai zerar, mas precisamos diminuir,” argumenta.

CUSTOS

Durante a passagem pelo Casva, os gestores destacaram os custos mensais por alunos. Atualmente o valor de cada alunos possui o valor de R$ 1,6 mil na rede pública, no setor privado o valor é de R$ 650,00. A partir desta situação, a terceirização dos serviços públicos à exemplo da Emei no bairro Brands e do próprio Casva, é um dos caminhos defendidos. “São formas que as administrações públicas estão conseguindo garantir mais vagas. Precisamos lembrar também que Venâncio Aires cumpre as determinações do Conselho Municipal de Educação e oferece aos seus alunos da educação infantil atendimento em turno integral,” explica Wickert.

CASVA

Desde maio a Prefeitura de Venâncio Aires é a mantenedora do Centro de Assistência Social de Venâncio Aires (Casva), após processo de intervenção. Atualmente 116 alunos estão matriculados na unidade escolar. Quando a prefeitura passou a fazer a gestão da escola, estavam sendo atendidos 85 alunos. A visita dos representantes do poder público na última semana ocorreu para avaliar o período de intervenção, que deverá ser renovada em novembro. Atualmente a Prefeitura projeta aumentar a oferta de vagas na unidade, a partir de avaliação das necessidades.