• Hoje é: domingo, abril 21, 2019

Prefeitura de Mato Leitão pagará mais pela iluminação pública

Olá Jornal
fevereiro09/ 2019

O ano de 2019 começou com um grande aumento nas despesas da Prefeitura. O serviço de iluminação pública, oferecido pela Concessionária RGE Sul, aumentou mais de 280% passando de R$ 6,6 mil/mês para R$ 25,3 mil (primeira fatura a ser quitada neste mês).

O ajuste de valores no sistema de iluminação pública é resultado de uma atualização cadastral realizada pela concessionária em outubro do ano passado, através da JVM Soluções Inteligentes em Energia. Equipe da empresa percorreu o município mapeando todos os pontos de iluminação.

O inventário apontou 1.299 lâmpadas, aumento de 133% em relação ao levantamento anterior (556 luminárias). A partir destes novos dados, a concessionária confirmou que o consumo de energia aumentou 230%, apurados num período de 30 dias. No ano passado, o poder público gastou R$ 80, 3 mil com o serviço. Com a atualização no número de pontos e consumo, esse valor ultrapassará R$ 295 mil/ano 2019.

Para o consumidor da RGE Sul, com endereço em Mato Leitão, a atualização no valor da iluminação pública será observada possivelmente a partir do mês de março nas faturas de luz.

PREFEITURA

Além do custo da fatura mensal com a iluminação pública, a Prefeitura arca com as despesas do material (lâmpadas, reator, suporte luminária, fotocélula, cabos) e mão de obra (R$ 49,00 por hora).

A empresa FHK Instalação e Manutenção Elétrica atua no setor realizando serviços no perímetro urbano e interior. Fernando Henrique Kroth revela que são mais de 70 consertos na iluminação pública a cada mês. Um dos trabalhos envolve a troca de luminárias (fluorescente pela tubular LED), tendo em vista a durabilidade e economia.

CUSTO ILUMINAÇÃO PÚBLICA (2018)

– fatura RGE Sul: R$ 80.323,96

– material elétrico: R$ 23.154,65

– mão de obra (duas empresas): R$ 64.358,23

Total: R$ 167.836,84

 VALORES ARRECADADOS 2018

– Contribuição de Iluminação Pública (CIP): R$ 106.756,32

– valor gasto a maior pela Prefeitura: R$ 61.080,52

 SAIBA MAIS

A iluminação pública é essencial à qualidade de vida, atuando como instrumento de cidadania, permitindo aos habitantes desfrutar, plenamente, do espaço público no período noturno. A Constituição Federal (CF) de 1988 definiu que a iluminação pública é de responsabilidade do município, possibilitando a instituição da Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

CRÉDITO: AI Mato Leitão