• Hoje é: sexta-feira, dezembro 13, 2019

Prefeitura avalia parcerias e compra de terrenos para ampliar área do atual Distrito Industrial

Olá Jornal
julho03/ 2019

Enquanto que o novo distrito industrial, projetado para ser erguido às margens da RSC-287, em Vila Estância Nova, não sai do papel, o Governo Municipal projeta medidas para viabilizar a expansão da atual zona industrial do município. A proposta é de realizar trocar com proprietários de áreas próximas, por outros terrenos públicos que já foram disponibilizados para a venda, ou até mesmo, a aquisição de lotes próximos. A compra poderá ser feita com recursos próprios e interessados na negociação podem procurar a pasta municipal.

O assunto tem sido tratado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Nilson Lehmen. A proposta do gestor ligado à atração de novos negócios ao município, é de garantir aumento nos lotes da área atual, buscando ampliar a disponibilidade a curto prazo, se houver empresários interessados em instalar unidades no município.

“Este é um projeto que é desenvolvido ao mesmo tempo com o novo distrito. Precisamos ampliar a oferta de áreas já disponiveis para empresas que queiram se instalar em Venâncio Aires. Está em avaliação a compra de áreas próximas ou permutas com a troca de lotes naquela região, isso ocorre de forma paralela, também para aproveitar a estrutura já existente,” argumenta.

A área atual possui mais de 40 lotes, mas a maioria deles já está ocupada. Em 2013 o Município colocou à venda áreas no local. No total foram oito terrenos disponibilizados para investidores, com áreas de 2,4 mil metros quadrados. Estes foram os últimos espaços vagos, nem todos foram vendidos naquela oportunidade, porém, atualmente o distrito está com a sua capacidade esgotada.

Buscando garantir áreas de expansão, terrenos no entorno são avaliados e negociados com os proprietários. O bairro industrial está instalado em local estratégico, próximo a duas rodovias, a RSC-287 e a RSC-453.  O espaço possui 52 hectares, pavimentação, rede de água, esgoto, energia elétrica e logística facilitada, pois encontra-se a quatro quilômetros do centro comercial da cidade, abrigando mais de 20 pequenas, médias e grandes empresas. O local foi criado no início da década de 1990 pelo então prefeito Almedo Dettenborn.

“Ainda são necessários investimentos em pavimentação e energia elétrica, mas existe uma estrutura pronta para acomodar novos negócios, diferente do novo distrito que ainda está em fase de projeto e escrituração junto ao Governo do Estado,” explica Lehmen.

ENERGIA

A prefeitura de Venâncio Aires abriu processo de licitação para a contratação de empresa que executará projeto elétrico de extensão da rede de iluminação pública e trifásica no distrito industrial. O investimento será de R$ 108 mil e a escolha da empresa ocorre no dia 12 de julho, com abertura das propostas. A rede irá abranger a rua Doarly Pádua dos Santos. O investimento será realizado com recursos próprios do Município.

NOVO DISTRITO

Ao mesmo tempo em que avalia novos investimento no atual distrito, a Prefeitura de Venâncio Aires busca a área da antiga Colônia Penal Agrícola de Mariante. O local já foi repassado ao município por meio de lei aprovada pela Assembleia Legislativa, ainda em 2017, porém, aguarda escritura. Localizado em Vila Estância Nova, no interior, o lote de 90 hectares aguarda escritura que será realizada pelo Governo do Estado. A expectativa é de concluir os trâmites até o fim do ano.