Prefeito em exercício participa de reunião com Bolsonaro sobre recurso para gestão de resíduos sólidos

Olá Jornal
fevereiro10/ 2020

O Município de Venâncio Aires participa, nesta quarta-feira, 12, do seleto grupo de cidades que estarão representadas no evento ‘Programa Lixão Zero da Agenda Nacional de Qualidade Ambiental Urbana’, em Brasília. No Palácio do Planalto, o evento, a partir das 17h, contará com a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

Representando o Executivo da Capital do Chimarrão, participam do evento o Prefeito em Exercício, Celso Krämer, e o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Clóvis Schwertner, que viajam à Capital Federal na manhã de quarta-feira.

O encontro servirá como pontapé inicial do programa do Ministério do Meio Ambiente, que visa garantir o melhoramento da gestão de resíduos sólidos por meio da lei federal que normatiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Ao participar do chamamento público, Venâncio Aires está entre as quatro cidades do RS – Santa Antônio da Patrulha, Santo Ângelo e Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos (Cigres) – e entre as 21 do país contempladas com recursos para investir em aquisição de equipamentos e materiais de consumo que possibilitem o fortalecimento do processo de gestão de resíduos sólidos. A proposta contempla a implantação de uma unidade de compostagem, instalação de biodigestores em escolas do município, melhorias na coleta conteinerizada e na gestão dos resíduos que chegam até a Usina de Triagem.

Ao todo, foram 1.135 propostas cadastradas por Municípios e consórcios de todo o país. No total, R$ 4.138.784,10 foram empenhados pelo Governo Federal e que serão investidos na gestão do lixo doméstico.

Na próxima semana, a Fiscal do Meio Ambiente, Carin Gomes, e a Coordenadora da Central de Projetos, Marilini Petry, estarão em Brasília, onde participarão de um treinamento no Ministério do Meio Ambiente sobre a aplicação do recurso e posterior prestação de contas. “No momento, estamos em fase de planejamento das ações, que visam melhorar a qualidade da gestão de resíduos sólidos urbanos, reduzir custos e cumprir com as diretrizes da Política Nacional de Meio Ambiente”, acrescenta a Fiscal. Atualmente, a Prefeitura gasta em torno de R$ 6 milhões, por ano, para recolher, transportar e dar o destino final ao lixo.

Pauta na Famurs

No retorno de Brasília, já na manhã de quinta-feira, 13, o Prefeito em Exercício, Celso Krämer, vai a Capão da Canoa, onde participa da Assembleia de Verão da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul. Em meio a programação de palestras que compõem o tradicional evento, prefeitos dos municípios atingidos pela estiagem 2019/2020 discutirão as demandas levantadas e encaminhadas sobre o problema, que já afetou mais de 100 cidades no estado.

No encontro, a partir das 12h30, estarão reunidos representantes da Farsul, Fetag e Fecoagro. Venâncio Aires foi o segundo município a decretar situação de emergência nos primeiros dias do ano. No decreto, que serviu de base para muitos outros municípios, foram apontados mais de R$ 40 milhões em prejuízo nas culturas do milho, tabaco, bovinos de corte, soja, bovinos de leite, arroz, olerícolas, moranga, feijão e pastagem.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA