• Hoje é: quarta-feira, setembro 18, 2019

Preço do fumo volta a ser discutido no dia 07

Olá Jornal
março02/ 2019

Entidades representativas dos produtores e indústrias voltam a negociar o preço as safra de fumo na quinta-feira, 07. O encontro será na sede da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), em Porto Alegre. Das 08h30min às 09h30min as entidades estarão reunidas e após ocorrem as rodadas com as empresas.

O presidente da Afubra, Benício Werner, afirma que a expectativa é que as empresas possam apresentar melhores propostas. “Nesse período as empresas procuraram as federações que entendem que o assunto não pode ficar em aberto”. Os índices de reajuste apresentados pelas indústrias variam de 1,8% a 4,5% enquanto as entidades representativas dos produtores solicitam 5% (inicialmente o valor era de 5,9%).

COBRANÇA

O principal ponto de divergência é o custo de produção que, embora calculado entre empresas e produtores, possui valores diferentes. Um deles é em relação ao valor de mão de obra. De acordo com a Afubra, algumas empresas colocam o custo da mão de obra do produtor abaixo do custo do trabalhador contratado e somente duas apresentaram índices de reajuste acima do custo de produção.

Durante pronunciamento no lançamento da Expoagro Afubra, nesta sexta-feira, 1º de março, o senador Luiz Carlos Heinze cobrou das indústrias um melhor valor a ser apresentado. “A indústria precisa dar uma atenção especial ao produtor que está pedindo um reajuste muito pequeno na negociação e não podemos permitir que o agricultor ganhe menos que o trabalhador que ele contrata”, afirmou o senador que solicitou intervenção do Sinditabaco.