Praça de pedágio de Venâncio Aires arrecadou R$ 28 milhões em 2017

Olá Jornal
março01/ 2018

Relatório financeiro da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) foi divulgado na última semana, pela direção da estatal. A praça de pedágio de Venâncio Aires garantiu a segunda maior arrecadação entre as 14 unidades sob gestão da EGR. O ano passado fechou com arrecadação de R$ 28.025.792,47. A praça de Campo Bom foi a principal em receitas, garantindo R$ 32.103.176,80. A unidade venâncio-airense, em Vila Arlindo teve lucro, já que os desembolsos em 2017 somaram R$ 26.933.287,01.

Ainda na RSC-287 a praça de pedágio de Candelária registrou prejuízo, já que arrecadou em 2017, R$ 17.524.661,38. Entretanto, os desembolsos alcançaram no ano R$ 22.663.575,37. O prejuízo também foi registrado em Portão, onde os gastos somaram R$ 33.963.315,14.

Juntas as praças de pedágio administradas pela EGR arrecadaram R$ 233.911.810,69. Os desembolsos no ano somam R$ 226.265.501,48. Apesar do lucro, a empresa tem registrado dificuldades na manutenção de trechos, em especial a RSC-287. Ao longo do ano passado, a justificativa para os problemas estruturais foi da necessidade de recuperação da base da rodovia.

Atualmente para veículos leves a tarifa custa R$ 7. A elevação nas cobranças ocorreu em setembro de 2017.

TRÂNSITO
No ano, foram registrados 4.092.907 veículos que transitaram pela praça de pedágio. O mês que teve o maior número de veículos em passagem pela unidade de cobrança foi julho, quando 370.330 veículos cruzaram as cancelas.
Em média, por dia, mais de 11,2 mil veículos cruzam a rodovia no trecho venâncio-airense.