• Hoje é: quarta-feira, novembro 20, 2019

Philip Morris leva tecnologia aos produtores de tabaco

Olá Jornal
outubro28/ 2019

A Philip Morris Brasil (PMB) tem atuado em várias frentes para que a tecnologia faça parte do dia a dia dos produtores de tabaco da Região Sul do País. A empresa inova no desenvolvimento de ferramentas digitais, na mecanização da colheita e na capacitação e inclusão digital dos fumicultores e suas famílias.

Por meio do Portal do Produtor, também disponível pelo aplicativo, os usuários encontram informações sobre a empresa, cotação das principais commodities, previsão do tempo, produção e sustentabilidade na lavoura de tabaco – o que inclui a política de Boas Práticas Agrícolas adotadas pela empresa, programa de reflorestamento e outras – além de uma central de notícias, com as principais novidades do setor.

Para os produtores com contratos de fornecimento de tabaco com a PMB, o Portal disponibiliza seções exclusivas, que funcionam como uma extensão dos serviços prestados pelos orientadores agrícolas da empresa. Isso permite acesso remoto dos dados de seus contratos, consulta à tabela de preço do tabaco e insumos, e da agenda da propriedade, além de orientação técnica por meio do envio de mensagens para os orientadores agrícolas da PMB.

EXCLUSIVO
Notificações automáticas são enviadas para os celulares cadastrados, informando ao produtor sobre a previsão do tempo, o dia da visita técnica do orientador agrícola e a agenda do Programa +Campo. Esta última iniciativa já beneficiou mais de sete mil pessoas, entre produtores, familiares com idade superior a 18 anos e trabalhadores rurais, nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. O objetivo é promover a sustentabilidade da cadeia de produção agrícola, através do treinamento de boas práticas agrícolas entre os produtores que possuem contrato de fornecimento de tabaco com a PMB.

INCLUSÃO DIGITAL
O uso da tecnologia no campo exige capacitação e inclusão digital para que as mudanças sociais e econômicas na vida dos produtores e de suas famílias sejam de fato concretizadas. Para isso, a PMB tem realizado parcerias como com o Comitê para a Democratização da Informática (CPDI), que promove a inclusão digital e amplia o uso da informática no campo, nos três estados da Região Sul. Com o apoio da PMB, foram instalados laboratórios de informática em 19 escolas da rede pública, proporcionando acesso à internet e cursos de informática aos jovens. Desde 2014, mais de 2,7 mil alunos foram beneficiados.

Além disso, as Escolas da Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC) e do Vale do Sol (EFASOL) também recebem apoio da PMB por meio do financiamento de bolsas de estudos aos filhos de produtores de tabaco, que concluem o ensino médio com habilitação de técnicos agrícolas. Desde 2015, 315 alunos receberam bolsas para cursarem as duas instituições de ensino.

MECANIZAÇÃO
A mecanização das lavouras é outro avanço promovido pela PMB, que tem ajudado no desenvolvimento do setor, oferecendo maior agilidade, eficiência e redução de custos. Para que os equipamentos realmente atendam às necessidades dos fumicultores, a empresa trabalha em parceria com os produtores, para que a introdução das novas tecnologias proporcione ganhos de produtividade, segurança e qualidade de vida dos produtores.

Esse pacote tecnológico inclui colheitadeiras semi-mecanizadas e transplantadeiras, além do arado aleirador, capaz de formar e realizar a adubação de dois camalhões ao mesmo tempo, com a distância recomendada entre eles. O equipamento facilita e proporciona mais rapidez na fase de preparação do solo que receberá as mudas transplantadas.

CRÉDITO: AI Philip Morris