Pedágio de Venâncio tem redução na arrecadação na pandemia, mas segue na liderança entre as praças da EGR

Olá Jornal
julho31/ 2020

O pedágio de Venâncio Aires registrou arrecadação de R$ 14.853.918,42 no primeiro semestre. Os reflexos no tráfego por conta das restrições de circulação exigidas pela pandemia, também foram verificadas no caixa da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). Se comparado com igual período de 2019, a queda é de 14,4%. No primeiro semestre do ano passado a praça instalada em Vila Arlindo, teve receitas de R$ 17,3 milhões.

Apesar da redução de receitas, a praça de pedágio de Venâncio Aires, segue na liderança entre as 14 unidades administradas pela EGR. Atrás do posto de coleta venâncio-airense, está a praça de Portão, com R$ 13.205.327,39 arrecadados nos seis primeiros meses, e a unidade de Campo Bom, com R$ 11.931.768,65 em receitas.

Em despesas, a praça da Capital do Chimarrão registrou R$ 10.859.989,28. Neste montante entram gastos com melhorias na infraestrutura, salários e reparos nas unidades de cobrança. Juntas as 14 praças administradas pela EGR tiveram arrecadação de R$ 112.020.429,51 nos seis meses do ano. Já em despesas foram R$ 124.651.613,38. A operação no vermelho é reflexo da queda de arrecadação por conta da baixa circulação durante os meses de março, abril e maio, principais períodos com restrições para o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).