• Hoje é: segunda-feira, setembro 23, 2019

Patrono Tabajara Ruas defende a leitura como identidade do país

Janine Niedermeyer
junho22/ 2016

Aos 73 anos e autor de dez romances, o escritor e cineasta gaúcho Tabajara Ruas recebeu, como forma de reconhecimento e aproximação com o leitor, o convite para ser patrono da 17ª Feira do Livro da Capital do Chimarrão.

Natural de Uruguaiana e que viveu exilado entre 1971 e 1981, durante a Ditadura Militar do Brasil, o autor conversou com o Olá Jornal, logo após ser anunciado o padrinho do maior evento literário municipal.

O escritor estará em Venâncio Aires dia 3 de setembro (um sábado à tarde), a partir das 16h. Segundo a agente de cultura do Sesc, Lisiane Camargo, ele estará presente durante um encontro de escritores do município. “E na tarde estará disponível para autógrafos, entrevistas e atividades com os parceiros”.

Confira trechos da entrevista, que está na íntegra junto a edição 70 do Olá Jornal desta quarta-feira, 22:

Olá Jornal – Qual definição ou olhar que tens sobre ser patrono?
Tabajara Ruas – Realmente já fui patrono em várias feiras e sempre do ponto de vista pessoal, do escritor, é uma honra ser convidado, pois é uma consideração a obra, reconhecida por professores, escolas e das pessoas que cuidam da cultura.
Mas tem o lado prático, que permite ao escritor se aproximar do leitor e divulgar a literatura de forma
geral. Divulgar o prazer da leitura, que é a principal tarefa de um patrono na feira. Estimular a leitura, da
meninada, pra que se aproximar dos livros. É um ponto importante.

Existe um gênero literário que mais lhe agrada?
Sou um romancista basicamente, já tendo passado por rádio, jornal e cinema. Porém, nada dá mais satisfação do que terminar um livro. Estou terminando um livro agora e talvez possa levar esse livro para
a Feira. Para mim a coisa se resume em contar histórias e minha intenção é essa, pois é o modo mais
espontâneo, atráves da literatura.
O livro que estou fi nalizando é sobre o Brasil na II Guerra Mundial, com o título “Você sabe de onde eu venho?”. Estou terminando a revisão e farei uma edição especial minha. Não darei para nenhuma editora. Acredito que para Feira do Livro ele estará pronto.

“Nada me dá mais satisfação do que terminar um livro” – TABAJARA RUAS, Patrono da 17ª Feira do Livro de Venâncio Aires

Foto: Divulgação/Omar Freitas