• Hoje é: domingo, setembro 22, 2019

Olimpíadas: Canoagem garante mais uma medalha para o Brasil

Janine Niedermeyer
agosto20/ 2016

O atleta brasileiro Isaquias Queiroz garantiu a terceira medalha sua e da Canoagem para o Brasil nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Na manhã deste sábado, 20, Isaquias disputou a prova da Canoagem Velocidade – C2 1.000m, ao lado de Erlon de Souza.

Depois de liderar quase a prova inteira, a dupla brasileira foi ultrapassada pelos alemães na reta final e chegaram em segundo lugar na final. A prova ocorreu no Estádio da Lagoa, na Lagoa Rodrigo de Freitas. Ganhador da prata na categoria C1 1.000m na terça-feira e do bronze na C1 200m na última quinta, Isaquias entrou no seleto grupo de medalhistas duplos e igualou-se a Gustavo Borges (1996), César Cielo (2008), além de Afrânio da Costa e Guilherme Paraense, que consquistaram duas medalhas no tiro nos Jogos de 1920.

Porém, com a medalha deste sábado, 20, o baiano de Ubaitaba se tornou o maior vencedor de medalhas brasileiro numa única edição de Olimpíada. Neste Rio 2016, o Brasil agora soma 16 medalhas, sendo 5 ouros, 6 pratas e 5 bronzes.

Resultado final do C2 1000m:
Ouro – Brendel/Vandrey (ALE) – 3m43s412
Prata – Isaquias Queiroz / Erlon de Souza (BRA) – 3m44s819
Bronze – Ianchuk/Mishchuk (UCR) – 3m45s949
4) Vasbanya/Mike (HUN) -3m46s198
5) Shtokalov/Pervukhin (RUS) – 3m46s776
6) Torres/Jorge (CUB) – 3m48s133
7) Radon/Dvorak (RTC) – 3m49s352
8) Kochnev/Mirbekov (UZB) – 3m52s920

Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB