• Hoje é: quarta-feira, julho 18, 2018

Novos tempos desafiam o trabalho e a educação

Olá Jornal
abril28/ 2018

A qualificação profissional faz parte das relações do trabalho, especialmente no período em que as oportunidades estão em baixa. Para marcar o Dia Internacional da Educação, comemorado neste dia 28 de abril, e o Dia do Trabalhador, celebrado em 1º de maio, é preciso discutir a força de trabalho e a sua capacidade profissional. Por isso, o Olá ouviu especialistas para saber sobre as transformações pelas quais passam essas duas instituições tão importantes para a sociedade.

VAGAS DE TRABALHO
A agência do FGTAS/Sine concentra o maior volume de oportunidades de empregos. Até o dia 25 de abril, a agência estava com 28 vagas abertas para candidatos. Destas, 54% exigem ensino médio completo, envolvendo os setores de vendas, confecção e varejo. Outros 28% das vagas exigem ensino fundamental completo para os ramos de alimentação e indústria de calçados. E apenas 18% das oportunidades em aberto atualmente, exigem ensino fundamental incompleto, nos ramos de serviços e metalúrgica.

Desta forma, segundo o coordenador do departamento, Adriano Costa, a busca por trabalhadores com maior escolaridade, representa crescimento também nos rendimentos. “São vagas em que os salários também são mais altos, por isso, é importante o trabalhador buscar qualificação e escolaridade, com o objetivo de disputar vagas com salários mais elevados,” argumenta.

EMPREGO
Para o Vice-Reitor da Unisc Venâncio Aires, Rafael Henn, não há dúvidas que o trabalho vem se modificando nos últimos anos. “Tem algumas profissões que hoje nem existem mais, assim como daqui a 15 anos, outras irão surgir”, explica.
Segundo Rafael, o que vai continuar sendo essenciais para as profissões de agora e do futuro será ter amor ao trabalho, conhecimento e competências em sua área, capacidade de se adaptar, saber trabalhar em equipe e autoconhecimento.

“Temos que saber nossos pontos positivos e negativos, para buscar cada vez mais atualizações e capacitações em nossa área de trabalho. A educação é fundamental”, afirma Rafael.

EDUCAÇÃO
Conforme Rafael, a educação é muito ampla e está ligada a tudo. “Ela é a solução para os problemas que estamos enfrentando em nosso país, e cada vez menos está sendo valorizada”, afirma.

Assim como o trabalho, a educação vem passando por uma constante mudança. De acordo com Rafael, novos métodos estão fazendo parte dos processos educativos. “O Ensino a Distância (EaD), é uma nova forma de ensino e as universidades estão cada vez mais se adaptando a este método, além de outras metodologias”, justifica.
“A educação sempre foi e sempre será fundamental para qualquer sociedade em qualquer lugar”, finaliza Rafael.

MERCADO

Mesmo passando por um momento de incertezas, onde a educação e o trabalho passam por uma descontinuação, a diretora Administrativa da Empresa RH dos Vales, Daniela Duarte defende que a educação sempre será um dos principais pilares do mundo do trabalho. Ela destaca a importância da resiliência e flexibilidade para as novas formas de se trabalhar.

“Acreditamos que essa flexibilidade e resiliência profissional se desenvolve a partir da educação, pois a educação além de melhorar tecnicamente o profissional, possibilita também uma melhora pessoal e comportamental, uma vez que, quanto mais conhecimento e informação eu tenho, maior capacidade de enfrentar mudanças e reagir a elas de forma positiva eu vou ter.”

Embora o crescente desemprego no país aumente a oferta de mão de obra, as empresas encontram dificuldades de contratação. Daniela chama atenção para a importância de ambos contarem com suporte profissional especializado em busca de oportunidades de emprego e de novos trabalhadores. “Acreditamos que uma avaliação e validação meticulosa das suas competências e o apoio ao planejamento de carreira podem trazer uma mudança positiva e facilitar o começo de uma nova fase na vida profissional.”

Para as empresas, é preciso pensar em todos os processos de gestão de pessoas, desde a seleção do novo candidato, utilizando diferentes métodos e instrumentos, fazendo análise de clima, acompanhando funcionários e estruturando processos e pessoas.