• Hoje é: sábado, abril 21, 2018

Novo governo garante que Carnaval 2017 irá sair

Janine Niedermeyer
novembro30/ 2016

O prefeito eleito para assumir Venâncio Aires a partir de 2017, Giovane Wickert confirmou que haverá a realização do Carnaval no município, com os tradicionais desfiles de rua. Segundo o novo gestor municipal do Executivo, cinco escolas de samba vão integrar a programação.

O político voltou a se reunir com representantes das agremiações do município na noite de segunda-feira, 28, na comunidade da Vila Freese. Representantes da Unidos das Vilas, Malandros do Ritmo, Acadêmicos do Samba Négo, Unidos da Vila Freese e Fiel Tribo Guarani participaram.

Em relato ao Olá Jornal, Wickert, garantiu recursos para a realização do maior evento popular do município. Entretanto, o orçamento será menor, sem, definição do valor. Em 2016, o Município destinou R$ 80 mil, divididos entre as agremiações, para auxílio financeiro e preparação dos desfiles.

VALORES
Segundo ele, para o próximo ano o valor será dividido entre cinco escolas que confirmaram participação. “Queremos realizar os desfiles, com recursos menores e uma infraestrutura diferente, sem deixar que se percam as comemorações de Carnaval”.

Wickert destaca que o encaminhamento de projetos por meio de leis de incentivos também poderão colaborar para garantir recursos para o custeio dos festejos.

“O Município terá uma política de contenção de despesas ao longo de 2017, mas precisamos trabalhar com criatividade para manter o Carnaval. O governo municipal fará um esforço e contamos com as escolas para realizar o nosso tradicional evento”, conclui o futuro prefeito de Venâncio.

Ao falar com a reportagem, o presidente da Liga Carnavalesca do município, Celson Ferreira, também afirmou que os desfiles devem ocorrer no sábado e segunda-feira de Carnaval, que são dias 25 e 27 de fevereiro.

“Os valores ficaram congelados e assim continuarão os mesmos dos anos anteriores, sendo que a suplementação será buscada posteriormente, com apoio do Executivo. Como são cinco escolas, devem ficar em torno de R$ 16 mil para cada”, conclui Celson.