Novas oportunidades: gestores venâncio-airenses visitam Souza Cruz

Olá Jornal
março07/ 2020

A Cadeia produtiva do Tabaco e novos projetos na área da capacitação profissional e de cobertura de Internet 4G no campo, foram pautas que nortearam a visita do Prefeito Giovane Wickert à empresa Souza Cruz, em Santa Cruz do Sul. Acompanhado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo Cláudio Soares, o Gestor da Capital do Chimarrão foi recebido pelo Diretor Global de Tabaco, Marcos Salvadego e ainda pelo Diretor Regional Latan South e ainda pelos Gerentes, de Sustentabilidade e Relacionamento, Carlos Palma, e de Operações de Processamento de Tabaco – Planta Santa Cruz do Sul Cleber Da Rodda e pelo Coordenador Suprimentos Agrícolas Gualter Baptista.

Na sede administrativa da empresa, o Prefeito detalhou o projeto alinhavado com a empresa TIM para a colocação de antenas no interior, oportunizando rede de internet aos produtores rurais. A empresa se demonstrou interessada na pauta, já que também estuda um projeto semelhante. Nos próximos dias, Wickert irá liderar o encontro com o SindiTabaco para apresentar a proposta as demais empresas e a entidade. Além disso, a questão de cursos de capacitação profissional, que estão em processo de organização pela Secretaria, foram debatidos, onde a empresa se colocou à disposição para analisar e ver a possibilidade de se tornar parceira.

Porém o principal assunto do encontro, que terminou com uma visita guiada as linhas de produção, foi a defesa do setor produtivo. Wickert que é tesoureiro da Amprotabaco e membro da Câmara Setorial em Brasília falou da importância da aproximação dos entes para a defesa da produção. Venâncio Aires é a segunda cidade da América Latina em produção do tabaco e a cultura é o carro chefe da economia do Município. O Prefeito almeja uma maior união dos gestores públicos com as empresas e com as entidades para que alinhados consigam vencer as barreiras impostas à cadeia produtiva.  “Venâncio Aires tem no tabaco a base da sua economia, por isso, a exportação dessa cultura faz com que sejamos o 8º maior exportador do Rio Grande do Sul e o 70º no Brasil. É esta cultura que puxa nossa indústria com o processamento da produção e gera o maior número de empregos”.

O Prefeito ainda explanou sobre as demais culturas que estão ganhando espaço e auxiliam na diversificação do Município. “Somos o segundo Município da América Latina em pequenas propriedades, e o tabaco possui um papel fundamental já que é ele que mantém os agricultores no campo já que é uma cultura sazonal e possibilita outras atividades agrícolas. Ao contrário do que muitos pensam, onde há tabaco há mais culturas e menos êxodo rural e é por isso que precisamos estar fortes e unidos na defesa do setor”.

Wickert é o representante dos demais Gestores Municipais na Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco. Além da Câmara, ele foi reconduzido ao cargo de Tesoureiro da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (AMPROTABACO). Wickert já participou de audiência pública no Senado onde discutiu o projeto de lei do senador José Serra (PSDB), além de audiências públicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos últimos anos, Wickert acompanhou as edições da Conferência das Partes (COP) e irá junto com os demais representantes do setor na edição deste ano que ocorrerá em novembro na Holanda.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA