• Hoje é: domingo, setembro 22, 2019

Museu: De Venâncio Aires para o mundo

Olá Jornal
outubro25/ 2018

Por conta da sua história incomum, o Museu de Venâncio Aires é conhecido em diversas partes do mundo. Isso porque, a entidade teve a participação da população durante a sua fundação em 1994.
Foi através de doações que foi possível adquirir do Edifício Storck em 1997 – hoje chamado de Núcleo de Cultura de Venâncio Aires (NUCVA) – e formar o acervo da entidade que possui mais de 80 mil peças. O prédio construído pelo arquiteto Simão Gramlich, que na época custou U$ 500 mil, teve o seu pagamento finalizado em 27 de Abril de 1998.
Ao relembrar deste momento, o diretor da entidade Flávio Luiz Seibt, destaca que muitos não acreditavam que daria certo. “Foi uma trajetória difícil, mas a população nos ajudou e tornou este sonho real”, comenta.
Todos estes fatos levaram a sua história a ser divulgada em quatro congressos internacionais de museus realizados pelo Conselho Internacional de Museus (Icom), a qual a entidade é associada. Os eventos ocorreram em Barcelona na Espanha, Seul na República da Coréia, Viena na Áustria e em Praga na República Tcheca.
Para Seibt, os acontecimentos foram inimagináveis para um Museu localizado no interior do estado. “Foi uma forma de mostrar que tudo que aconteceu aqui no município, foi muito importante”, afirma.

REPÚBLICA TCHECA
O Museu de Venâncio Aires realizou uma exposição simultânea com a Embaixada Brasileira em Praga na República Checa, com um material fornecido pela entidade, através de fotografias e alguns objetivos.
Conforme Seibt, após esta exposição, um Museu da Emigração para o Brasil acabou sendo criado em Ralsko, nos mesmos moldes do Museu de Venâncio Aires, que também forneceu alguns objetos.

HORÁRIO
O horário de funcionamento do Museu é de terça a sexta-feira da 13h30min às 16h45min. Além disso, em alguns domingos a entidade também está aberta para visitação.
Para saber mais curta a página Museu de Venâncio Aires, no Facebook.