• Hoje é: quarta-feira, novembro 13, 2019

Município amplia fiscalização de obras da Corsan nas ruas

Olá Jornal
junho15/ 2019

A quinta-feira, 13, foi de baixa participação da comunidade na audiência pública convocada na Câmara de Vereadores. Menos de 30 pessoas participaram do debate, a maior parte ligada aos órgãos e empresas envolvidas nas obras. Desde janeiro a Campanhia Riograndense de Saneamento e Abastecimento (Corsan), realiza investimentos para a coleta do esgoto sanitário do município. Esta segunda etapa ocorre na área central, ao longo de 43 quilômetros. O debate foi convocado a pedido do vereador Nelsoir Battisti (PSD).

Ao longo dos próximos 18 meses a cidade terá obras nas principais vias do município para a construção de uma rede coletora que será ligada à Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), construída no bairro Morsch. Durante os debates, o proponente destacou a importância da participação popular. “Esta é uma audiência que deveria estar lotada, por conta do número de reclamações da situação das ruas que recebemos.”

Entre as solicitações dos cidadãos que acompanharam a audiência, esteve a melhor sinalização durante as obras, melhor recapeamento asfáltico e fiscalização pós obras para colocação dos dutos.

A secretária municipal de Planejamento e Urbanismo, Jalila Bohm Heinemann (PSB), lembrou que a fiscalização é feita por engenheiros do Município. “Há cada 15 dias são realizadas reuniões com a empresa responsável pela obra, Prefeitura e Corsan. Estamos constantemente fiscalizando o andamento destes investimentos,” destaca.
A empresa responsável pelas obras, a Ecossan, detalhou o cronograma das atividades. O engenheiro responsável, João Arthur, lembrou que a empresa está executando as obras em quatro frentes de trabalho. Além disso, após a construção dos dutos e ligações, a repavimentação tem garantia de cinco anos. “Não é um serviço lógico, é preciso tempo, umidade, compactação. Por isso ao longo deste processo podemos registrar problemas no calçamento. A empresa é parceira para melhorar o pós-serviços.”

O prefeito Giovane Wickert (PSB) participou da audiência e cobrou melhorias e agilidade após as obras de construção da rede de esgoto. Atualmente a ordem no Município é de liberar as licenças prévias para continuidade das obras, após melhor estrutura das vias. “Há pontos muito ruins e a equipe da prefeitura está cobrando melhorias. Vamos exigir que empresa entregue a obra com pelo menos 90% das vias do jeito que pegaram.”

DENÚNCIAS
O Município também colocou os seus canais de acesso ao cidadão à disposição para receber denúncias e solicitações de reparos. Conforme a secretária, a população pode encaminhar as demandas por meio do aplicativo Fiscale, por telefone ou se encaminhar diretamente à pasta municipal.