• Hoje é: quarta-feira, outubro 17, 2018

Mostra Científica do Verde é Vida expõe trabalhos educacionais

Janine Niedermeyer
junho30/ 2016

A Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) em parceria com os municípios dá início as etapas regionais das Mostras Científicas do projeto Verde é Vida. A primeira de 14 etapas pelos três estados do Sul do Brasil é promovida em Venâncio Aires ao longo desta quinta-feira, 30, no ginásio da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Cidade Nova.

Aberto às 9h30, a exposição reúne 16 trabalhos da região de atuação Venâncio Aires, que engloba também Mato Leitão, Boqueirão do Leão, Sério e Arroio do Meio, seguindo até às 15h. Estes projetos estão divididos entre Boqueirão, com 6 trabalhos, a Capital do Chimarrão com 4, Mato Leitão (3) e Sério (3). Arroio do Meio não enviou os 2 representantes que estavam previstos.

As ações de cada atividade envolvem diversas temáticas, especialmente nas áreas ambiental e de saúde, até como forma de conscientização a toda uma comunidade. Temas como agrotóxicos, araucárias, paineiras, Código Florestal, adubos orgânicos e tecnologias entraram nas explanações dos jovens, na maioria do 1º ao 9º ano do ensino fundamental.

Na abertura, o gerente local da Afubra, Tiago Maracci destacou os 25 anos de atividades do Verde é Vida, em prol do meio ambiente. Neste período foram acima de 600 municípios participando do projeto, 170 mil alunos e professores envolvidos, além de 4 milhões de mudas de árvores nativas compartilhadas com as comunidades.

Presente no ato, o secretário municipal de Educação, Emerson Eloi Henrique ressaltou o Verde é Vida como projeto de empreendedorismo dos próprios alunos, resultante das escolas que surgem como empreendedoras no ensino ao estudante.

Dos 16 trabalhos, um grupo de avaliadores e técnicos da Afubra foi responsável por analisar as propostas e dar notas, que somadas irão resultar nos 5 mais bem colocados. O coordenador técnico André Fagundes explica que estes estarão classificados para a 2ª fase, no dia 29 de setembro, que ocorre em Mato Leitão. De lá sairá o trabalho que vai para Expoagro Afubra 2017.

Foto: Maicon Nieland