• Hoje é: terça-feira, outubro 22, 2019

Moção de apelo contra reforma previdenciária é aprovada

Guilherme Siebeneichler
janeiro10/ 2017

A primeira matéria discutida em sessão ordinária da Câmara de Vereadores na atual legislatura foi uma moção contra a reforma previdenciária. O documento, de autoria da vereadora Sandra Wagner (PSB), será encaminhado aos deputados federais gaúchos, parlamentares estaduais e senadores. Além disso, encaminha também aos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles e da Agricultura, Blairo Maggi, e ao secretario da Previdência, Marcelo Caetano.

A proposta foi discutida pelos vereadores que declaram apoio a iniciativa. Sandra destacou que o objetivo da moção é de alertar os trabalhadores para as mudanças que o governo pretende realizar para as futuras aposentadorias. “É preciso acordar a classe trabalhadora, para que ocorra uma mobilização. Essa reforma é algo muito sério e pode mudar a vida de todos os trabalhadores. A lei deve ser votado ainda em fevereiro por isso precisamos que a classe trabalhadora fique atenta.”

O líder do governo, Ezequiel Stahl (PTB) destacou a necessidade dos parlamentares municipais se envolverem nos debates para evitar prejuízos aos trabalhadores. “O agricultor está sendo atacada por essa medida. Isso vai acarretar um diminuição dos jovens no campo. Essa reforma vai punir o trabalhador brasileiro.”

Apesar de apoiar a iniciativa, Eduardo Kappel (PP) criticou o tratamento que as autoridades dão às moções enviadas. “É uma pena que essas moções chegam ao gabinete do ministro e eles nem olham, vai direto para o lixo. Mas precisamos destacar de alguma forma o descontentamento nesta reforma,” destaca.

A moção aprovada de forma unânime será encaminhada a partir desta semana. Serão destinados cerca de 50 correspondências assinadas pelos vereadores venâncio-airenses.