Metalúrgica Venâncio anuncia 80 demissões

Olá Jornal
maio30/ 2018

Uma das maiores empresas de Venâncio Aires contabiliza entre os prejuízos da greve dos caminhoneiros a demissão de funcionários. De acordo com o proprietário da Metalúrgica Venâncio, Marcelo Campos, serão 80 desligamentos no início do mês de junho. “Haverá uma grande queda no Brasil pelos próximos 90 dias. Acho a greve válida, mas infelizmente os caminhoneiros deixaram de ser heróis, porque não pararam na hora certa, depois do acordo”, avalia.

Outras empresas do setor também estão com a produção suspensa pelo resto da semana. É o caso da Refrimate, que aprovou com os funcionários descontar os dias parados das férias de fim de ano, e da Klima que também aprovou a folga com os trabalhadores. A Venax ainda mantém as atividades normalmente até o final da semana porque possui matéria prima suficiente até lá. No entanto, a venda está suspensa desde a semana passada.

Os frigoríficos e as fumageiras Alliance One, China Brasil Tabacos e Tabacos Marasca seguem sem produção. A CTA avalia a situação diariamente. Na terça, 29, não houve processamento industrial, sendo que os demais processos trabalharam.